terça-feira, 13 de novembro de 2018

Ex-coronel do Exército austríaco trabalhou para a inteligência russa por quase três décadas

Um ex-coronel do Exército austríaco, que teria se aposentado em 2013, foi preso e acusado de ter trabalhado para a inteligência russa por quase três décadas.

O jornal Kronen Zeitung disse que o coronel, de 70 anos, que teria sido recrutado em 1988, encontrou-se com seu agente, um operário russo supostamente conhecido como "Yuri", a cada duas semanas e teria recebido cerca de 340 mil dólares por seus serviços. Yuri supostamente trabalhou para o GRU, agência de inteligência militar russa. Também no fim de semana, o Kronen Zeitung disse que as autoridades identificaram outro agente duplo trabalhando para os russos.

Este caso de espionagem pode minar duradouramente as relações da Áustria com a Rússia, é uma séria perda de confiança, diz o jornal.

Fonte: Krone