quarta-feira, 14 de novembro de 2018

Facebook quer retornar à China

O Facebook afirmou que, se voltar à China, a empresa fará isso de forma a preservar os direitos à liberdade de expressão e à privacidade.

O Facebook é mais cauteloso do que o Google, que busca levar seu mecanismo de busca à China. Esse desejo provocou duras críticas e debates de funcionários do Google, que dizem que a empresa está violando sua missão. O CEO do Google, Sundar Pichai, disse que o mercado chinês é grande demais para ser ignorado.

Fonte: Bloomberg