quarta-feira, 14 de novembro de 2018

WeChat e seus tentáculos com o governo chinês

O WeChat é onipresente na China. Com mais de 1 bilhão de usuários ativos por mês, o WeChat permite que pessoas conversem, paguem contas, joguem, façam compras e acessem serviços governamentais - sem sair do WeChat.

WeChat conseguiu se expandir rapidamente na China porque a Tencent sempre teve um bom relacionamento com o governo chinês, o que significa o Partido Comunista Chinês. Essa é uma relação que a empresa administrou cuidadosamente desde sua fundação, em 1998. A empresa seguiu todas as regulamentações governamentais e, em troca, a empresa recebeu luz verde para expandir seus negócios. Os serviços de segurança chineses podem acessar os servidores e dados a qualquer hora que quiserem. Estas são as regras do jogo na China.

Se houver problemas, o governo chinês sabe a quem ir pedir informações: Tencent. Como o governo emitiu sua licença comercial e pode suspendê-la a qualquer momento, a Tencent luta para estar em conformidade com solicitações do governo. Pony Ma, o cofundador e CEO da Tencent, tem um canal direto para os mais altos níveis do governo. É claro que ele não fala isso publicamente.