sábado, 1 de dezembro de 2018

A mentalidade de rebanho afeta nossa sociedade

Você pode não ser o pensador independente que acredita ser.

Pensadores independentes são diferentes. Eles entendem o risco e buscam recompensa por moldar o mundo em vez de serem moldados por ele. Alguns querem promover a sociedade sem egoísmo, outros têm ganhos ou glórias pessoais em mente.

Alguns riscos compensam, outros não. Mas durante a maior parte da história, os pensadores independentes foram perseguidos ou rejeitados pelo rebanho.

É por isso que no final, a maioria das pessoas se contentam em permanecer no rebanho, no entanto, essa “mentalidade de rebanho” acaba afetando toda a nossa sociedade.

O que é mentalidade de rebanho?

É quando as pessoas simplesmente fazem o que todo mundo está fazendo - copiando as pessoas que você conhece. Mesmo estilo de vida, roupas similares, mesmos pensamentos, mesmas opiniões políticas ou religiosas, o mesmo time de futebol etc.

Nossa suscetibilidade ao rebanho é baseada em quão diversa (ou não) é o grupo do qual fazemos parte. Se há uma grande coerência no grupo em relação a algumas ideias, então o rebanho promoverá ainda mais coerência, enquanto mais diversidade de opiniões manterá nossas mentes confusas.

Os rebanhos são grupos de pessoas que têm a mesma abstração - ou pensam da mesma maneira. É onde entra o termo “mentalidade de rebanho”. Os rebanhos não têm riqueza de discernimento (já que todos têm a mesma ideia brilhante), mas eles têm muita persuasão (já que todos têm a mesma ideia brilhante). Os rebanhos representam uma baixa carga cognitiva em seus membros, uma vez que as pessoas concordam umas com as outras com muita facilidade, devido às suas abstrações comuns.

Para algumas pessoas, os benefícios de se juntar a um rebanho aparentemente superam as desvantagens. Ser um indivíduo que se move ou pensa independentemente do rebanho é bastante complicado. Esses indivíduos são frequentemente vistos como excêntricos e podem até ser ridicularizados ou banidos da sociedade.