quinta-feira, 10 de janeiro de 2019

Altria e JUUL fazem uma parceria macabra

Há 25 anos atrás, executivos da Philip Morris e de outras seis empresas americanas de cigarros declararam perante o Congresso dos EUA que a nicotina não era viciante.


No final de dezembro de 2018, um conglomerado da Virgínia, que se chama Altria, comprou uma participação de 35 por cento em uma startup de São Francisco, a JUUL Labs, por quase 13 bilhões de dólares. A JUUL é uma fabricante de cigarros eletrônicos e diz que seu objetivo é ajudar adultos a pararem de fumar. Altria é a versão renomeada da Philip Morris, cujo objetivo da diretiva corporativa é conseguir que os adultos continuem fumando. JUUL diz que sua popularidade selvagem entre os adolescentes é um acidente infeliz. Philip Morris escreveu uma vez um memorando interno que dizia: "O adolescente de hoje é o potencial cliente regular de amanhã".

NOTA: A nicotina é altamente viciante.

Fonte: The Ringer