terça-feira, 15 de janeiro de 2019

CEO da Huawei defende a empresa

Ren Zhengfei, CEO e fundador da Huawei, disse que "recusaria" definitivamente qualquer pedido do governo chinês para acessar os dados de usuários da empresa.

VEJA TAMBÉM: A Huawei está naufragando na Europa

Ren, um ex-soldado do Exército Popular de Libertação e atual membro do Partido Comunista, disse a representantes da mídia internacional que sua afiliação com o partido autoritário da China não afetaria sua capacidade de lutar contra o mesmo governo.

O CEO disse que a Huawei visa uma receita de 125 bilhões de dólares em 2019.