sexta-feira, 18 de janeiro de 2019

Ataque com carro-bomba na Colômbia é obra do ELN

A guerrilha do Exército de Liberação Nacional (ELN) foi responsável pelo atentado contra uma escola militar em Bogotá, afirma o ministro da Defesa da Colômbia.

21 pessoas morreram e 68 ficaram feridas.

O ELN e o governo anterior abriram conversações de paz em 2017, mas fizeram pouco progresso e, depois de chegar ao poder no ano passado, o novo presidente Iván Duque Márquez suspendeu todas as negociações, dizendo que só as retomaria se o grupo guerrilheiro marxista cessasse todas as atividades criminosas.



RECEBA ALERTAS NO SEU E-MAIL: