sábado, 2 de fevereiro de 2019

As fragilidades de Putin

Considerando o que sabemos da mídia, o pior pesadelo de Putin parece ser seguinte:

Velhice

Ele mantém um estilo de vida rigorosamente saudável, sem lugar para tabaco, álcool e outras coisas que podem arruinar seu corpo cedo demais. Ele passa horas nadando e se engajando em outras atividades físicas. Ele se recusa a ser visto em público bebendo. Putin se engaja em atividades de alto nível que o mostram como um homem viril.

Ameaças à sua família

Os serviços secretos soviéticos dependiam extensivamente de ameaçar e ferir as famílias dos indivíduos que consideravam inimigos do Estado. O conhecimento interno disso parece ter impactado Putin de uma maneira importante. Ele vê um perigo oculto em toda forma de interesse público sobre suas filhas, outros familiares próximos e seus interesses românticos. Cavar isso é tão perigoso quanto encontrar detalhes de sua riqueza pessoal.

Temor obsessivo de multidões

Vários observadores mencionaram um profundo choque que o presidente Putin experimentou quando Muammar Gaddafi foi linchado pela milícia tribal líbia e, mais tarde, quando os ucranianos derrubaram seu aliado, o presidente Víktor Yanukóvytch, na Ucrânia.

Durante a última década, Putin ordenou uma atualização sem precedentes da capacidade de controle de distúrbios. Uma grande força foi criada, explicitamente encarregada de proteger o próprio Vladimir Putin da agitação interna.

Acrescente a isso sua aparente aversão aos holofotes, além de vários perímetros de segurança que o seguem sempre que ele sai à luz do dia.

NOTA: Sua oclofobia foi formalmente estudada pelo Pentágono.



RECEBA ALERTAS NO SEU E-MAIL: