sexta-feira, 8 de março de 2019

Protestos varrem a Argélia

Na quinta-feira (07), o presidente "enfermo" Abdelaziz Bouteflika, que não fala em público desde que sofreu um derrame em 2013, fez sua primeira advertência aos manifestantes, dizendo que a agitação poderia desestabilizar a Argélia.

Nesta sexta-feira, milhares protestaram em todo o país contra a reeleição de Bouteflika.

Bouteflika está atualmente em um hospital de Genebra