sexta-feira, 26 de abril de 2019

A saga Galaxy Fold entrou em modo de combustão

A Samsung não apenas atrasou a liberação do smartphone dobrável para evitar outra catástrofe no estilo Note 7, mas também parece que a empresa não quer que ninguém se aprofunde muito nos problemas do dispositivo. Após a desmontagem do Fold pelo iFixit, que expôs várias falhas no aparelho de 2 mil dólares da sul-coreana, a Samsung solicitou que o artigo fosse removido - o que foi atendido pelo site.

VEJA TAMBÉM: Galaxy Fold é extremamente frágil

iFixit cumpriu o pedido, mas não porque a Samsung pediu. O site deixou claro que foi apenas por respeito ao parceiro que forneceu o Galaxy Fold.