sexta-feira, 5 de julho de 2019

Michell Hilton

O submarino russo que pegou fogo e matou 14 pode ter sido projetado para cortar cabos submarinos

Cabos submarinos

O submarino russo AS-12, também conhecido como "Losharik", que os meios de comunicação russos identificaram como o que pegou fogo durante uma missão na segunda-feira, matando 14 marinheiros a bordo, pode ter sido projetado para cortar cabos submarinos.

Autoridades norte-americanas há muito alertam que navios russos têm estado ativos perto de grandes cabos submarinos de fibra ótica.

Nesta quinta-feira (05), o presidente da Rússia, Vladimir Putin, revelou pela primeira vez que o submarino tinha propulsão nuclear.