sexta-feira, 16 de agosto de 2019

O homem mais rico de Hong Kong pede o fim dos protestos

O homem mais rico de Hong Kong, Li Ka-shing (que construiu sua fortuna navegando nas complicadas políticas de Hong Kong e Pequim), comprou espaço nas primeiras páginas de vários jornais para publicar um anúncio pedindo o fim dos protestos e alertando para mais violência.

VEJA TAMBÉM: Os mais ricos de Hong Kong querem o fim dos protestos

Aposto que ele nem saiu do conforto de sua sala climatizada.