quarta-feira, 23 de outubro de 2019

Michell Hilton, Blog MichellHilton, tecnologia, notícias, mercado, mercado financeiro, economia, blog, noticias, noticias de tecnologia

O supremacia quântica do Google na visão da IBM

IBM lança dúvidas sobre as alegações de supremacia quântica do Google.

O Google supostamente alegou avanço na supremacia quântica: seu computador quântico executou um cálculo matemático a uma velocidade inconcebível com a tecnologia de hoje.

O anúncio foi publicado em um artigo que supostamente foi publicado no site da NASA (antes de ser retirado), de acordo com o Financial Times.

No entanto, a International Business Machines (IBM) diz que o experimento do Google é uma excelente demonstração do progresso da computação quântica, mas não uma prova de que os computadores quânticos são “supremos” em relação aos computadores clássicos.

Para você que está de fora da situação, um computador quântico visa explorar os aspectos estranhos da mecânica quântica para realizar tipos de cálculos que não seriam possíveis em um computador clássico. Enquanto um computador clássico depende de "bits" de informação que podem ser definidos como zero ou um, um computador quântico emprega qubits que podem ser definidos como zero, um ou - graças à mecânica quântica - qualquer combinação de zero e um no mesmo tempo.