domingo, 20 de outubro de 2019

Outro banqueiro do Goldman Sachs foi preso

Bryan Cohen, um banqueiro de investimentos do Goldman Sachs, foi preso por seu envolvimento em um esquema de informações privilegiadas que gerou 2,6 milhões de dólares em lucros ilícitos, segundo a Bloomberg.

É a terceira acusação de insider trading (uso de informações privilegiadas) apresentadas pelos promotores norte-americanos contra um banqueiro do Goldman Sachs nos últimos 18 meses.

Ele apenas aproveitou a cultura do banco para benefício próprio.