sexta-feira, 3 de janeiro de 2020

Michell Hilton

Qassem Soleimani foi 'despedaçado' por míssil dos EUA

Um ataque dos EUA ao aeroporto em Bagdá matou um dos principais generais do Irã, Qassem Soleimani.

Um ataque dos Estados Unidos ao aeroporto de Bagdá, no Iraque, matou um dos principais generais do Irã, Qassem Soleimani, conhecido como o segundo homem mais poderoso do Irã.

A morte do general iraniano pode atrair retaliações iranianas contra os interesses americanos na região, colocando em risco as tropas dos Estados Unidos no Iraque, Síria e por toda a região.

Um ataque dos EUA ao aeroporto em Bagdá matou um dos principais generais do Irã, Qassem Soleimani.

O ataque também matou Abu Mahdi al-Muhandis, líder das milícias iranianas no Iraque, que liderou ataques à embaixada dos EUA.

Além disso, o jornal New York Times informou que o ataque (bem-sucedido) aconteceu graças a uma combinação de informações altamente classificadas de informantes, interceptações eletrônicas, aeronaves de reconhecimento e outras técnicas de vigilância.

"O general Qassem Soleimani estava desenvolvendo ativamente planos para atacar diplomatas e militares americanos no Iraque e em toda a região", disse o comunicado do Pentágono.

Feliz 2020 Irã ... e enterre seus pedaços!