sábado, 25 de abril de 2020

Michell Hilton

Boeing joga a Embraer no fogo

Boeing, Embraer, Michell Hilton

A Boeing simplesmente abandonou seu acordo de 4 bilhões de dólares para adquirir a divisão de aviação comercial da Embraer, enquanto a fabricante de aviões dos EUA se recupera do impacto de uma crise na aviação causada pela pandemia de coronavírus.

'Embraer não atendeu às condições necessárias', disse a Boeing em nota.

Neste sábado, a Embraer afirmou que a Boeing rescindiu "indevidamente" o acordo, incluindo ter "fabricando falsas alegações como pretexto para tentar evitar seus compromissos de fechar a transação".

As ações da Embraer despencaram na sexta-feira (24).