terça-feira, 24 de julho de 2018

quarta-feira, 18 de julho de 2018

sábado, 26 de maio de 2018

sexta-feira, 18 de maio de 2018

sábado, 27 de janeiro de 2018

Tendências e perspectivas para o mercado de aplicativos móveis

O mercado de aplicativos móveis está crescendo muito rápido. A indústria é enorme, ela cresce diariamente, e não há fim à vista. A população de desenvolvedores móveis cresceu, e o número de aplicativos móveis no mercado atingiu novas alturas. A receita gerada pelo setor global de aplicativos para dispositivos móveis cresceu também.

Os modelos de monetização híbrida, como anúncios no aplicativo e compras no aplicativo, estão rapidamente ganhando popularidade no mundo dos negócios. A maioria dos estudos mostra que o anúncio no aplicativo deve ser um dos principais impulsionadores do crescimento nos próximos anos.

A indústria de aplicativos móveis deverá exceder os 189 bilhões de dólares até 2020, de acordo com a Statista. Embora os números diferem um pouco entre os pesquisadores, o quadro geral é que o mercado está longe de ficar saturado. 

Hoje, a internet móvel tornou-se claramente uma necessidade para muitos usuários.

Dois gigantes de aplicativos móveis, Android e iOS, dominam o mercado global de smartphones. 

A InMobi estima que 55 por cento dos desenvolvedores de aplicativos ganham menos de 1.000 dólares. Além disso, um terço dos desenvolvedores de aplicativos em todo o mundo não conseguiram chegar a 10.000 downloads totais. A estratificação de renda é mais pronunciada entre os desenvolvedores do Android, enquanto a distribuição de renda é mais equilibrada entre os desenvolvedores de iOS.

A Apple e o Google possuem as maiores e mais populares lojas de aplicativos.

Desde 2016, mais de 25 por cento dos desenvolvedores iOS geraram mais de 5.000 dólares em receita mensal. Apenas 16 por cento dos desenvolvedores Android alcançaram um feito similar.

Como em outros setores, alguns dos principais desenvolvedores de aplicativos baseados em publicidade estão gerando a maior parte da receita. Todos os outros desenvolvedores são obrigados a se contentar com sobras. A Klick Health informa que o líder indiscutível é o Facebook, com 44,3 por cento de todos os anúncios móveis exibidos em aplicativos do Facebook. Outros no ranking são, em ordem, Alibaba, Google, Tencent, Twitter, Pandora e Yahoo.

As empresas que geram a maior receita de publicidade muitas vezes acabam se tornando grandes patrocinadores de publicidade. Esta tendência é especialmente importante nos jogos móveis. Os maiores fornecedores, como Rovio, Gameloft e Disney, empregam centenas de pequenos estúdios independentes, que anunciam seus próprios produtos de jogos em jogos menos populares.

O tempo indicará como o mercado de aplicativos móveis se desenvolverá. As tendências do mercado mostram que o mercado continuará a gerar cada vez mais receitas. Então, é bastante claro que a tão discutida revolução do aplicativo móvel está apenas começando.




quinta-feira, 11 de janeiro de 2018

Os fabricantes de telefones com Android querem copiar o Face ID do iPhone X, mas não é tão fácil.

Os fabricantes de telefones com Android querem copiar o Face ID do iPhone X, mas não é tão fácil.

Assim que o iPhone X se tornou oficial, vários relatórios disseram que os fabricantes de dispositivos Android seriam rápidos em roubar um dos seus melhores recursos, o sistema de reconhecimento facial 3D.

Desde então, mais relatórios surgiram detalhando os vários movimentos da Apple para proteger o suprimento de módulos 3D para seus futuros dispositivos, incluindo os sucessores do iPhone X e os novos iPads. Os fabricantes de dispositivos Android também procuram usar os mesmos componentes, mas eles podem levar tempo copiando o Face ID.

Acontece que a fabricação de módulos de detecção 3D ainda é um processo difícil, o que explica o motivo da Apple estar jogando dinheiro em vários fornecedores, a empresa quer proteger um fluxo constante de peças para seus dispositivos em 2018.




terça-feira, 14 de novembro de 2017

O Android Pay, sistema para pagamentos do Google que usa cartões eletrônicos, chegou ao Brasil

Lentamente, mas com certeza, as opções de pagamento móvel sem cartão estão se tornando mais amplamente disponíveis em todo o mundo. Hoje, o Google anunciou que está disponibilizando o Android Pay aos usuários do Brasil.

“O Android Pay vai direto na missão do Google ao trabalhar com a inclusão digital”, falou Fabio Coelho, presidente do Google Brasil.





sábado, 28 de outubro de 2017

O Skype juntou-se ao exclusivo clube de 1 bilhão de downloads do Google Play, tornando-se um dos poucos aplicativos para Android à chegar ao número mágico.

Vale a pena notar aqui que esse valor não equivale a 1 bilhão de usuários no Android, uma vez que as pessoas podem baixar um aplicativo e nunca usá-lo. Na verdade, o CEO da Microsoft, Satya Nadella, revelou em março passado que o Skype tinha cerca de 300 milhões de usuários ativos mensais em todas as plataformas. E com serviços rivais como WhatsApp e Facebook Messenger crescendo em popularidade, é improvável que o número do Skype tenha aumentado significativamente.




terça-feira, 22 de agosto de 2017

Android 8.0 Oreo.

O Google anunciou nesta segunda-feira (21) que o Android 8.0 seria chamado Oreo.

Por fim, o Google lançou um pequeno vídeo promocional que apresenta alguns dos novos recursos do Android Oreo. As coisas destacadas foram os recursos de segurança aprimorados do Android e um sistema operacional "mais inteligente" e "mais poderoso".

MANCHETE SOBRE O ASSUNTO: Android Oreo




quarta-feira, 21 de junho de 2017

quinta-feira, 23 de março de 2017

Meses depois de ser lançado para iOS, o Super Mario Run chega para usuários do outro sistema operacional Android

Meses depois de ser lançado para iOS, o Super Mario Run chega para usuários do Android.

Você controla o Mario tocando na tela, enquanto ele avança continuamente. Os seus reflexos irão definir a resposta do personagem, então você precisa mostrar a sua habilidade em manobras, saltos estilosos, giros no ar e escaladas em parede para coletar moedas e chegar ao objetivo final!

O Super Mario Run pode ser baixado gratuitamente e, após a compra do jogo, você terá acesso a todo conteúdo do jogo sem um pagamento adicional. Os três modos de jogo podem ser testados antes de fazer a sua compra: Mundos, corridas e construção do reino.

A versão completa de Super Mario Run custa 35 reais para o Android.




terça-feira, 7 de março de 2017


Eu não acho que as pessoas entendam os efeitos da versão Vault7, é muito mais do que apenas CIA, backdoors e hacking.

A CIA desenvolveu programas maliciosos para invadir, controlar e roubar dados de forma remota de qualquer aparelho 'smart'.

A CIA possuía aplicativos específicos para o Android, e incluíam pelo menos 24 tipos diferentes de vírus para invadir celulares Androids.

A CIA também desenvolveu vírus diversos para invasão e controle de sistemas Windows e Linux.

O risco de proliferação desses vírus eram altíssimos, a CIA possivelmente perdeu o controle dessas ferramentas.

Os hackers da CIA que operavam na Europa agiam no consulado americano de Frankfurt (Alemanha) para hackear a Europa inteira.

São 7818 arquivos de documentos e pelo menos 943 arquivos e anexos.

Vault7 cobre o período de 2013 a 2016.

A CIA perdeu o controle de suas armas cibernéticas, o que significa que qualquer pessoa com os códigos tem as capacidades da CIA.
"A única coisa que devemos temer é o próprio medo". - Um cara que não tinha problemas com a CIA
MANCHETE SOBRE O ASSUNTO: WikiLeaks publishes 'entire hacking capacity of the CIA'




sábado, 7 de janeiro de 2017

Plataforma Android de multimídia automotiva vai além do Android Auto na CES

O Android Auto é o sistema mais conhecido quando o assunto é tecnologia automotiva. A Google conta com essa ferramenta há um tempo, permitindo que diversas montadoras as utilizem para integrar os smartphones com os carros. Contudo, o que está sendo apresentado na CES 2017 é um pouco diferente disso.




quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

Não se preocupe, proprietários do Android. Em breve, vocês também poderão ficar com raiva em ter que pagar por Super Mario Run

Super Mario Run já está aceitando pré-registo na Google Play Store. Para garantir que que você receba uma notificação quando Nintendo lançar o jogo para Android, você pode se inscrever para receber alertas sobre o principal mercado do jogos do mundo.

Neste jogo o Mario avança continuamente pelas fases enquanto você usa uma variedade de saltos para explorá-las. Os seus reflexos irão definir a resposta do personagem, então você precisa mostrar a sua habilidade em manobras, coletar moedas e chegar ao objetivo final.

Os donos de iPhone e iPad baixaram o jogo mais de 50 milhões de vezes em questão de dias.

MANCHETE SOBRE O ASSUNTO: Fazer pré-registro




terça-feira, 16 de agosto de 2016

Google lançou Google Duo, um aplicativo de videochamada para Android e iOS. Você pode baixar Duo no Google Play e na App Store da Apple.

Duo é somente para celular, foi construído para ser muito rápido, graças à Web Comunicação em Tempo Real (WebRTC), e "elimina a complexidade de chamadas de vídeo," de acordo com a principal engenheiro de software Justin Uberti. Duo promete menos chamadas abandonadas, e ainda suporta entrega de chamadas em off entre conexões celulares Wi-Fi.

Para começar com o Duo, tudo que você precisa é de um número de telefone.Você não precisa criar uma conta separada, nem você precisa de uma conta no Google. Mas Duo vai usar sua conta do Google de qualquer forma, de acordo com a Google.




terça-feira, 5 de julho de 2016

G5 da LG - MichellHilton.com

No espaço de poucas semanas a Sony cessou a produção de smartphones no Brasil, Dell saiu do mercado de tablets Android, LG mostrou que alguns de seus executivos saíram pela porta de trás após seu "smartphone G5 não ter conseguido gerar vendas."

Este é um caso simples onde muitos fabricantes de hardware e clientes não estão satisfeitos. 

E não é porque a Dell e LG não fizeram um bom hardware. A Dell Venue 8 7000 é provavelmente a melhor negócio disponível com Android. Mas o mercado de tablets está se contraindo rapidamente, já que os consumidores se afastam dos tablets puros em favor de dispositivos de 2-em-1. 

E enquanto o G5 da LG chegava com alto preço para os consumidores finais, ele se tornou o dispositivo principal de uma empresa que teve a coragem de inovar, mas que não deu muito certo.

LG já foi um dos maiores OEMs do Android, mas de acordo com o Gartner, no início deste ano, caiu para sétimo nas vendas globais de smartphones, com uma quota de menos de 4 por cento do mercado.

LG parece que nem sequer quer jogar todo o dinheiro em anúncios para aumentar a notoriedade da marca do seu próprio produto.

Embora o Android tenha 80 por cento das vendas de dispositivos, ele só puxa cerca de 20 por cento do dinheiro total, isso é parte da decadência de um sistema operacional desequilibrado. 

A figura da Apple aqui é mais do que presença imperial.




segunda-feira, 4 de julho de 2016


A criptografia completa de disco no Android só o torna muito mais vulnerável. Ao contrário do iOS da Apple, Android é vulnerável a várias técnicas-chave de extração.

A criptografia de disco do Android acabou deixando mais fácil para qualquer um derrotar dispositivos que usam chips da fabricante de semicondutores Qualcomm, graças a uma nova pesquisa que revela vários métodos para extrair chaves criptográficas de um aparelho bloqueado. Esses métodos incluem publicamente disponível um código de ataque que trabalha contra uma estimativa de 37 por cento dos usuários da empresa.

Um post publicado quinta-feira revelou que, em contraste com o iOS do iPhone, dispositivos Android com chips da Qualcomm não estão seguros. 

O pesquisador independente que publicou o post incluído código de exploração que extrai as chaves de criptografia de disco através da exploração de duas vulnerabilidades no TrustZone. TrustZone é um conjunto de recursos de segurança dentro dos processadores ARM que a Qualcomm vende para fabricantes de aparelhos. O código de ataque é capaz de executar o código no kernel TrustZone, que é um enclave dedicado a operações sensíveis, tais como gerenciamento de chaves criptográficas.

Um terço das empresas com telefones Android são exploráveis

Tanto o Google quanto a Qualcomm são rápidos em observar que ambas as vulnerabilidades já teria sido corrigido. A primeira foi em janeiro, enquanto o segundo foi corrigida em maio. Google também apontou que pagou o pesquisador por seu trabalho através do programa de bug de recompensas da empresa.

Mas pesquisadores do serviço de autenticação de dois fatores Duo Segurança disseram a Ars que cerca de 37 por cento de todos os telefones Android que usam o aplicativo Duo permanecem suscetíveis ao ataque, porque eles ainda têm de receber os patches. A falta de atualizações é o resultado das restrições impostas pelos fabricantes ou operadoras que impedem os utilizadores finais de instalarem atualizações lançadas pela Google.

É o problema do Google. Mesmo se você argumentar que as operadoras e OEMs são aquelas que atrasam atualizações, ainda assim cria problemas para o Google. A marca Android é a marca do Google, mas eles têm pouco controle sobre como o Android é realmente utilizado e implantado por empresas que podem não ter o melhor interesse no Google (ou não se importam), e isso foi um erro. O maior vilão aqui é provavelmente a Samsung - Samsung definitivamente tem a influência, mas eles não têm absolutamente nenhum interesse em resolver isso. A única saída para isso é saber se vale a pena ter dispositivos com Android e correr os riscos, em última análise, a Apple pode projetar o hardware e software em sinergia para seus dispositivos, enquanto o Google não pode.




sábado, 25 de junho de 2016

Android, Michell Hilton tech

Não é de todo surpreendente que a Play Store do Google está rodeado por um grande número de aplicativos maliciosos que tem a capacidade de ganhar a atenção dos usuários, mas é ainda pior do que a maioria das pessoas imagina. Pesquisadores detectaram uma família de aplicativos maliciosos, apelidado de "Godless", que tem a capacidade de acessar quase 90 por cento de todos os telefones Android.

Bem, isso é um aterrorizante, uma vez que os aplicativos maliciosos são distribuídos através de diferentes métodos e variedade de lojas de aplicativos, incluindo Google Play Store, que é geralmente considerado como uma opção segura para download de aplicativos.

Cerca de 90 por cento de todos os dispositivos Android são vulneráveis ​​a esse software malicioso. Aplicativos Godless já foram instalados em mais de 850.000 dispositivos em todo o mundo até agora. Enraizamento de um dispositivo poderia expor o usuário a vários riscos de segurança, uma vez que praticamente abre a porta para o acesso indesejado, falha de hardware, vazamento de dados e roubo de informações, e assim por diante, se o desenvolvedor tiver a intenção maliciosa.

Uma vez que o Godless ganhou privilégios no root, ele começa a se comunicar com um comando e controle do servidor (C&C), de onde se obtém uma lista de aplicativos a serem instalados no dispositivo enraizado sem o conhecimento dos usuários, e tudo isso pode ser feito remotamente, bem.

"Com privilégios no root, o malware pode então receber instruções remotas fazendo com que o aplicativo possa baixar e instalar silenciosamente aplicativos", diz Trend Micro. "Isso faz com que os usuários afetados recebam aplicativos indesejados, que podem, em seguida, levar a anúncios indesejados. Pior ainda, essas ameaças também podem ser usados para instalar backdoors para espionar os usuários".

Os pesquisadores afirmam que o malware tem a capacidade de ignorar as verificações de segurança feito pela loja do Google e outras lojas de aplicativos online.

Isso não acontece na iPhone com iOS.




segunda-feira, 13 de junho de 2016

iMessage, Android, Michell, Michell Hilton, Apple, Michell Hilton Apple

Apple vai anunciar que iMessage está chegando para os usuários do Android na WWDC 2016, de acordo com uma fonte familiarizada com os pensamentos da empresa.

Isto tornará possível para usuários do Android e iOS se comunicarem com segurança já que o iMessage apresenta criptografia ponta-a-ponta - até mesmo a Apple não pode acessar as mensagens dos usuários. Atualmente, iMessage é acessível através do iPhone, iPad ou iPod touch com iOS 5, posterior ou em um Mac rodando Mac OS X Mountain Lion ou posterior. Em fevereiro, Eddie Cue anunciou que o número de iMessages enviadas ultrapassou 200.000 por segundo.

Um monte de pessoas estão céticas sobre isso, mas Michell Hilton não. É um pouco surpreendente se for verdade, mas lembre-se que a Apple está agora ostentando sobre o seu talento como uma empresa de serviços. Messaging é um serviço. E isso faz ainda mais sentido se, como se dizia, há um componente de pagamentos vindo para o iMessage.




quinta-feira, 28 de abril de 2016

Google Play

Aplicativos e jogos que contenham qualquer tipo de anúncio Android do Google Play começaram a receber etiquetas de destaque. O rótulo é colocado logo abaixo do botão instalar.

Esta iniciativa começou como uma exigência para aplicações no chamado programa concebido para famílias no ano passado, antes de ser expandido para todas as aplicações em novembro passado. Em uma carta para os desenvolvedores, a equipe de Google Play informa sobre as mudanças.

A política abrange qualquer tipo de anúncio que está sendo mostrado em todo o app, seja nativo, display, banner, ou servidos através de redes de terceiros. O aparecimento dos primeiros rótulos na Play Store foi relatado por um usuário Reddit.