terça-feira, 25 de junho de 2019

Michell Hilton

Outra marca de café está ganhando força na Ásia

A cadeia de café indonésio Kopi Kenangan arrecadou 20 milhões de dólares da Sequoia India, de acordo com um comunicado.

A cadeia de café indonésio Kopi Kenangan arrecadou 20 milhões de dólares da Sequoia India, de acordo com um comunicado.


Com o novo investimento, a empresa espera abrir 150 novos pontos de venda até o final de 2019 e expandir para 1.000 lojas em toda a Indonésia até 2021. Atualmente, a Kopi Kenangan tem 80 lojas em oito cidades e afirma servir um milhão de xícaras de café por mês.

A Indonésia é o quarto maior exportador de café do mundo.

COMPARTILHE:


domingo, 23 de junho de 2019

Michell Hilton

Suning adquire 80 por cento do Carrefour China

Carrefour China

O varejista chinês Suning.com está adquirindo uma participação de 80 por cento nas operações chinesas do grupo Carrefour, da França, por 700 milhões de dólares, segundo o Nikkei Asian Review.

Suning indicou que nenhuma reestruturação irá acontecer, afirmando que o Carrefour China permanecerá independente por enquanto.

O Carrefour está na China desde 1995 e opera mais de 200 hipermercados. 

COMPARTILHE:


Michell Hilton

Por que as ações da Luckin Coffee mergulharam?

O mercado chinês de café não é tão fácil como a Luckin Coffee diz.

A Luckin Coffee está a caminho de abrir mais lojas na China do que a Starbucks, acreditando que pode derrotar o pioneiro do café dos EUA por meio da estratégia simples, mas não tão fácil, persuadir clientes a comprar café. No entanto, a maioria dos chineses urbanos não estão bebendo muito mais café do que há dois anos, mostrou uma pesquisa da FT Confidential Research. Apenas 29 por cento dos entrevistados de cidades de terceiro nível disseram que tomavam café uma vez por semana, em comparação a 31 por cento há dois anos (não foram pesquisadas áreas rurais, onde a frequência seria muito menor).

O mercado chinês de café não é tão fácil como a Luckin Coffee diz.

COMPARTILHE:


sábado, 22 de junho de 2019