sábado, 11 de novembro de 2017

domingo, 5 de novembro de 2017

Bahrein insta seus cidadãos a deixarem o Líbano imediatamente

O Bahrein pediu aos seus cidadãos que residem no Líbano que saiam imediatamente do país e que "tenham cuidado".

O primeiro-ministro Saad Hariri anunciou sua demissão num discurso televisivo feito de um local não especificado. “Senti que havia um plano que tinha como alvo acabar com a minha vida”, declarou.

O seu pai, Rafiq Hariri, foi assassinado num grande atentado em Beirute em 2005, que está a ser julgado num tribunal internacional com sede na Holanda – cinco membros do movimento xiita libanês Hezbollah foram acusados.

Saad Hariri voou para a Arábia Saudita.

Fonte: G1

COMPARTILHE:

sexta-feira, 23 de junho de 2017

Michell Hilton, Blog MichellHilton, tecnologia, notícias, mercado, mercado financeiro, economia, blog, noticias, noticias de tecnologia

Países do Golfo: Al Jazeera deve ser fechada

Arábia Saudita, Egito, Emirados Árabes Unidos e Bahrein apresentam lista de exigências ao Catar, incluindo fechamento da Al Jazeera

Arábia Saudita, Egito, Emirados Árabes Unidos e Bahrein apresentam lista de exigências ao Catar, incluindo fechamento da Al Jazeera.

A rede de mídia financiada pelo Catar, Al Jazeera, criticou os pedidos dos países árabes.

Em uma declaração, Al Jazeera disse: "Afirmamos nosso direito de praticar o nosso jornalismo profissionalmente e sem se curvar à pressão de qualquer governo ou autoridade".


COMPARTILHE:

quinta-feira, 8 de junho de 2017

Michell Hilton, Blog MichellHilton, tecnologia, notícias, mercado, mercado financeiro, economia, blog, noticias, noticias de tecnologia

Organizações terroristas apoiadas pelo Catar

A Arábia Saudita, Emirados Árabes Unidos, Egito e Bahrein colocaram na mesa 69 indivíduos e 12 instituições que financiaram organizações terroristas e receberam apoio do Catar

A Arábia Saudita, Emirados Árabes Unidos, Egito e Bahrein colocaram na mesa uma lista com nomes de indivíduos e instituições que financiaram organizações terroristas e receberam apoio do Catar.

Lista de indivíduos designados:

1. Khalifa Mohammed Turki al-Subaie - Catar
2. Abdelmalek Mohammed Yousef Abdel Salam - jordaniano
3. Ashraf Mohammed Yusuf Othman Abdel Salam - jordaniano
4. Ibrahim Eissa Al-Hajji Mohammed Al-Baker - Catar
5. Abdulaziz bin Khalifa al-Attiyah - Catar
6. Salem Hassan Khalifa Rashid al-Kuwari - Catar
7. Abdullah Ghanem Muslim al-Khawar - Catar
8. Saad bin Saad Mohammed al-Kaabi - Catar
9. Abdullatif bin Abdullah al-Kuwari - Catar
10. Mohammed Saeed Bin Helwan Al-Sakhtari - Catar
11. Abdul Rahman bin Omair al-Nuaimi - Catar
12. Abdul Wahab Mohammed Abdul Rahman al-Hmeikani - Iêmen
13. Khalifa bin Mohammed al-Rabban - Catar
14. Abdullah Bin Khalid al-Thani - Catar
15. Abdul Rahim Ahmad al-Haram - Catar
16. Hajjaj bin Fahad Hajjaj Mohammed al-Ajmi - Kuwait
17. Mubarak Mohammed al-Ajji - Catar
18. Jaber bin Nasser al-Marri - Catar 
19. Yousef Abdullah al-Qaradawi - egípcio
20. Mohammed Jassim al-Sulaiti - Catar
21. Ali Bin Abdullah al-Suwaidi - Catar
22. Hashem Saleh Abdullah al-Awadhi - Catar
23. Ali Mohammed Mohammed al-Salabi - Líbia
24. Abdelhakim Belhadj - Líbia
25. Mahdi Harati - Líbia
26 Ismail Muhammad Mohammed al-Salabi - Líbia
27. Al-Sadiq Abdulrahman Ali al-Ghuraini - Líbia
28. Hamad Abdullah Al-Futtais al-Marri - Catar
29. Mohamed Ahmed Shawky Islambouli - egípcio
30. Tariq Abdelmagoud Ibrahim al-Zomor - egípcio
31. Mohamed Abdelmaksoud Mohamed Afifi - egípcio
32. Mohamed el-Saghir Abdel Rahim Mohamed - egípcio
33. Wajdi Abdelhamid Mohamed Ghoneim - egípcio
34. Hassan Ahmed Hassan Mohammed Al Dokki Al Houti - Emirados Árabes Unidos
35. Governador De Abysan al-Humaidi al-Mutairi - Arábia Saudita/Kuwait
36. Abdullah Mohammed Sulaiman al-Moheiseni - Arábia Saudita
37. Hamed Abdullah Ahmed al-Ali - Kuwait
38. Ayman Ahmed Abdel Ghani Hassanein - egípcio
39. Assem Abdel-Maged Mohamed Madi - egípcio
40. Yahya Aqil Salman Aqeel - egípcio
41. Mohamed Hamada el-Sayed Ibrahim - egípcio
42. Abdel Rahman Mohamed Shokry Abdel Rahman - egípcio
43. Hussein Mohamed Reza Ibrahim Youssef - egípcio
44. Ahmed Abdelhafif Mahmoud Abdelhady - egípcio
45. Muçulmano Fouad Tafran - egípcio
46. ​​Ayman Mahmoud Sadeq Rifat - egípcio
47. Mohamed Saad Abdel-Naim Ahmed - egípcio
48. Mohamed Saad Abdel Muttalib Abdo Al-Razaki - Egípcio
49. Ahmed Fouad Ahmed Gad Beltagy - egípcio
50. Ahmed Ragab Ragab Soliman - egípcio
51. Karim Mohamed Mohamed Abdel Aziz - egípcio
52. Ali Zaki Mohammed Ali - egípcio
53. Naji Ibrahim Ezzouli - egípcio
54. Shehata Fathi Hafez Mohammed Suleiman - egípcio
55. Muhammad Muharram Fahmi Abu Zeid - egípcio
56. Amr Abdel Nasser Abdelhak Abdel-Barry - egípcio
57. Ali Hassan Ibrahim Abdel-Zaher - egípcio
58. Murtada Majeed al-Sindi - Bahrein
59. Ahmed Al-Hassan al-Daski - Bahrein

Lista de entidades:

1. Qatar Center for Voluntary Work - Catar
2. Doha Apple Company (Internet and Technology Support Company) - Catar
3. Qatar Charity - Catar
4. Sheikh Eid al-Thani Charity Foundation (Eid Charity) - Qatar
5. Sheikh Thani Bin Abdullah Foundation for Humanitarian Services - Catar
6. Saraya Defend Benghazi - Líbia
7. Saraya al-Ashtar - Bahrein
8. Coalition February 14 - Bahrein
9. The Resistance Brigades - Bahrein
10. Hezbollah Bahrain - Bahrein
11. Saraya al-Mukhtar - Bahrein
12. Harakat Ahrar Bahrain - Bahrein


COMPARTILHE:

Michell Hilton, Blog MichellHilton, tecnologia, notícias, mercado, mercado financeiro, economia, blog, noticias, noticias de tecnologia

UPS suspende atividades no Catar

UPS disse que suspenderá o trânsito de mercadorias para o Catar, Arábia Saudita, Egito, Emirados Árabes Unidos e Bahrein

UPS disse que suspenderá o trânsito de mercadorias para o Catar, Arábia Saudita, Egito, Emirados Árabes Unidos e Bahrein.

"Continuaremos a monitorar qualquer impacto potencial no serviço em relação às conexões aéreas, rodoviárias e marítimas e nos comunicaremos com os clientes à medida que informações adicionais estiverem disponíveis", disse o porta-voz da empresa.

Catar abriga líderes da Irmandade Muçulmana, Hamas e do Talibã afegão.

COMPARTILHE:

Michell Hilton, Blog MichellHilton, tecnologia, notícias, mercado, mercado financeiro, economia, blog, noticias, noticias de tecnologia

Simpatizantes do Catar serão presos - Bahrein

Quem expressar simpatia pelo Catar será preso - Bahrein

Quem expressar simpatia pelo Catar, o mínimo que seja, será punido com uma longa pena de prisão e multa, diz um comunicado do Ministério do Interior de Bahrein.

"Qualquer expressão de simpatia com o governo do Catar ou oposição às medidas tomadas pelo governo do Bahrein, seja através das mídias sociais, Twitter ou qualquer outra forma de comunicação, será uma infração penal punível com até cinco anos de prisão e multa", diz o comunicado.

A Arábia Saudita, Emirados Árabes Unidos, Bahrein e o Egito cortaram os laços diplomáticos com o Catar, o país é acusado de apoiar grupos extremistas da região.

COMPARTILHE: