domingo, 17 de março de 2019

sábado, 16 de março de 2019

quinta-feira, 7 de março de 2019

terça-feira, 5 de março de 2019

segunda-feira, 4 de março de 2019

domingo, 3 de março de 2019

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2019

Apple firma parceria com o Alipay

Em um esforço para tornar os produtos da Apple mais acessíveis para os consumidores chineses, a fabricante do iPhone está trabalhando com a rede chinesa de pagamentos móveis Alipay para oferecer empréstimo sem juros, noticiou o The Wall Street Journal.

As empresas teriam informado aos clientes sobre a nova opção de empréstimo esta semana, que exige uma compra mínima de 595 dólares, informou o jornal. Isso daria aos clientes a capacidade de comprar os mais recentes modelos de iPhone, incluindo o XR, que é a opção mais acessível na nova linha da Apple, segundo o site da Apple na China.

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2019

terça-feira, 12 de fevereiro de 2019

domingo, 3 de fevereiro de 2019

segunda-feira, 28 de janeiro de 2019

quinta-feira, 24 de janeiro de 2019

domingo, 20 de janeiro de 2019

terça-feira, 15 de janeiro de 2019

CEO da Huawei defende a empresa

Ren Zhengfei, CEO e fundador da Huawei, disse que "recusaria" definitivamente qualquer pedido do governo chinês para acessar os dados de usuários da empresa.

VEJA TAMBÉM: A Huawei está naufragando na Europa

Ren, um ex-soldado do Exército Popular de Libertação e atual membro do Partido Comunista, disse a representantes da mídia internacional que sua afiliação com o partido autoritário da China não afetaria sua capacidade de lutar contra o mesmo governo.

O CEO disse que a Huawei visa uma receita de 125 bilhões de dólares em 2019.

segunda-feira, 14 de janeiro de 2019

sábado, 12 de janeiro de 2019

terça-feira, 8 de janeiro de 2019

China quer engolir Taiwan de qualquer jeito

Os últimos comentários do presidente da China, Xi Jinping, sobre o apoio à “reunificação” pacífica de Taiwan incluíram um alerta de que seu país “usaria a força se necessário” para impedir a independência. Em última análise, se Pequim deseja realmente restabelecer o controle sobre a ilha, a força militar pode ser sua única opção.

Fonte: Reuters