quarta-feira, 15 de maio de 2019

Didi Chuxing continua na frente

Didi Chuxing sobre para a segunda posição na lista de disruptores deste ano.

Apesar do drama em curso envolvendo os rivais Uber e Lyft, com sede nos Estados Unidos, Didi Chuxing continua na frente, subindo para a segunda posição na lista de disruptores deste ano. A empresa, com sede em Pequim, China, se considera a principal plataforma de transporte móvel do mundo, com 550 milhões de usuários e mais de 21 milhões de motoristas.

COMPARTILHE:

sábado, 16 de fevereiro de 2019


terça-feira, 17 de julho de 2018


domingo, 17 de junho de 2018


segunda-feira, 1 de agosto de 2016

Didi Chuxing compra operações da Uber na China

Didi Chuxing compra operações da Uber na China - MichellHilton.com

Didi Chuxing confirmou a compra das operações da Uber China por 35 bilhões, de acordo com uma fonte familiarizada com a situação, e assim trazendo um fim à batalha brutal na China entre os dois aplicativos.

No início deste ano, o presidente-executivo do Uber Travis Kalanick disse que a empresa perdia 1 bilhão por ano na China e, uma fonte disse à CNBC, que a empresa tinha gasto 2 bilhões de dólares em dois anos tentando lutar contra Didi Chuxing.

Era insustentável para o Uber continuar a operar na China, um fato que Kalanick reconheceu em um post de blog que circula em uma mídia social chinesa.

Uber também estava perdendo espaço para Didi, que afirmou ter uma quota de mercado de quase 80 por cento, por isso parecia ser um bom momento para deixar a China.

Expansão internacional da Didi

Como parte do acordo, Didi tomou uma pequena participação no negócio global da Uber que vale cerca de 62,5 bilhões de dólares, de acordo com as estimativas dos analistas.

Isto poderia dar a Didi potencial exposição a base de clientes da Uber fora da China. No início deste ano, Didi fechou uma parceria com a Lyft uma rival do Uber para que quando os seus clientes chineses visitassem a América pudessem usar os serviços da Lyft.

http://www.bloomberg.com/news/articles/2016-08-01/uber-said-to-merge-china-business-with-didi-in-35-billion-deal

COMPARTILHE: