terça-feira, 24 de abril de 2018

Dilma tenta invadir PF para visitar Lula

Dilma Rousseff tentou invadir a PF para visitar Lula, mas ainda bem que não teve sucesso. Ela chegou ao local por volta das 15h de segunda-feira (23), acompanhada de Gleisi Hoffmann. Dilma resolveu ir até a Polícia Federal, mesmo tendo a visita sido negada pela Justiça. Essa foi a sexta vez que políticos tentaram invadir a PF desde que Lula foi preso.

COMPARTILHE:


quinta-feira, 31 de agosto de 2017

sábado, 20 de maio de 2017

Michell Hilton

Dilma Rousseff é uma vergonha nacional


A ISTOÉ examinou as 820 páginas de processo em poder do STF. Os documentos incluídos como provas por João Santana e Mônica Moura mostram que a petista teve despesas pagas com dinheiro da corrupção, atuou dentro do Palácio do Planalto para obstruir a Justiça e participou do Petrolão.

O dono da JBS, Joesley Batista, disse que transferiu para contas no exterior 70 milhões de dólares destinados ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e mais 80 milhões de dólares em conta, também no exterior, em benefício da ex-presidente Dilma Rousseff

COMPARTILHE:


sexta-feira, 19 de maio de 2017

Michell Hilton

Lula e Dilma tinham 150 milhões em ‘conta-propina’

Lula e Dilma tinham 150 milhões em ‘conta-corrente’ de propina da JBS, diz Joesley

Empresário declarou à Procuradoria-Geral da República que 'os saldos das contas vinculadas a Lula e Dilma eram formados pelos ajustes sucessivos de propina do esquema BNDES e do esquema-gêmeo, que funcionava no âmbito dos fundos Petros e Funcef'.


COMPARTILHE:


quinta-feira, 18 de maio de 2017

Michell Hilton

Venezuela à beira do colapso total

Produção de petróleo na Venezuela à beira do colapso

Os protestos violentos continuam a paralisar a Venezuela, prejudicando ainda mais sua economia despedaçada do país. A indústria petrolífera já decrépita da Venezuela está se deteriorando a cada dia, e uma implosão absoluta já não está fora de questão.

A taxa de inflação, de acordo com o FMI, vai chegar aos 720 por cento este ano. A escassez de alimentos tem sido comum há algum tempo, mas isso está se aprofundando e desgastando a população. Os hospitais estão completamente inutilizáveis.

A Venezuela têm sido prejudicada por protestos desde o final de março, com mais de três dúzias de pessoas mortas nos últimos dois meses, e não há sinais de melhora. Esse colapso está prejudicando a produção de petróleo do país, a última coisa que faz com que o país não se torne um estado totalmente falido. A produção de petróleo venezuelano vem declinando há mais de uma década, principalmente porque as receitas do petróleo são usadas para financiar o governo, deixando pouco para que a estatal possa reinvestir em suas operações.

Mas as coisas estão piorando. A escassez de dinheiro está acelerando o declínio.

COMPARTILHE: