sexta-feira, 29 de março de 2019

Forbes tem um artigo um tanto enganoso sobre o PIF

(Forbes) - Na quarta-feira (27), a Saudi Aramco anunciou que chegou a um acordo para adquirir a petroquímica SABIC por 69,1 bilhões de dólares. O acordo está sendo apontado como uma conquista e, possivelmente, um passo em direção a uma oferta pública inicial da Aramco, há muito esperada, mas deve ser vista como um sinal sinistro pelos investidores que analisam as oportunidades da Arábia Saudita.

O anúncio deixou claro que a Aramco comprou apenas os 70 por cento que pertenciam ao Fundo de Investimento Público (PIF) - o fundo soberano do governo. 

Quando o PIF e o governo estão envolvidos, eles sempre sairão melhores de qualquer negócio, e seus parceiros de investimento não, segundo o artigo.

O PIF é o braço de investimento do príncipe herdeiro, o que significa que tem o poder do rei por trás dele. A Arábia Saudita é governada por um monarca absoluto, o que significa que se o rei ou seu filho, o príncipe herdeiro, quiser algo, eles podem tê-lo. Quando um empreendedor procura competir com os planos do PIF, não há como vencer.

Bom, o artigo é enganoso e clickbait na melhor das hipóteses, errado na pior das hipóteses.

COMPARTILHE:


terça-feira, 24 de julho de 2018

Forbes exclui artigo sobre a extinção das bibliotecas

Forbes excluiu um artigo de opinião, que estava profundamente mal intencionado, sobre como a Amazon deveria substituir as bibliotecas para economizar dinheiro dos contribuintes americanos.

Isso soa como um artigo patrocinado (pela Amazon).

"Forbes defende um diálogo espirituoso sobre uma série de tópicos, incluindo aqueles que geralmente adotam uma visão contrária", disse um porta-voz da Forbes. “As bibliotecas desempenham um papel importante em nossa sociedade. Este artigo estava fora da área específica de conhecimento deste colaborador e, desde então, foi removido”, acrescentou.

COMPARTILHE:


quinta-feira, 12 de julho de 2018

sexta-feira, 15 de setembro de 2017

quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

Michell Hilton

Putin é homem mais poderoso do mundo, diz Forbes

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, foi eleito pelo quarto ano consecutivo, o homem mais poderoso do mundo pela revista "Forbes"

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, foi eleito pelo quarto ano consecutivo, o homem mais poderoso do mundo pela revista "Forbes". O mandatário ficou à frente do presidente eleito nos Estados Unidos, Donald Trump, e da chanceler alemã Angela Merkel. A lista com os 74 nomes que podem "mudar" o mundo, foi divulgada pela revista de negócios nesta quarta-feira (14).

COMPARTILHE: