terça-feira, 29 de janeiro de 2019

segunda-feira, 28 de janeiro de 2019

quarta-feira, 16 de janeiro de 2019

sábado, 12 de janeiro de 2019

domingo, 16 de dezembro de 2018

Red Dead Redemption 2 é fantástico

A dinâmica de Red Dead Redemption 2 é muito boa e eu só encontrei algumas pequenas falhas, pedras flutuantes principalmente. Isso é incrível assim mesmo.

É o jogo mais realista que já joguei: você tem que fazer praticamente qualquer coisa que uma pessoa normal faria, além de beber água e usar o banheiro. De sua barba crescendo a ter que comer, eu nunca experimentei um jogo tão vasto.

Você pode simplesmente escolher ficar no acampamento, enquanto ouve um dos seus camaradas cantando ao redor da fogueira.

O jogo é tão realista que me surpreende. O sistema de “honra” é possivelmente o melhor que já experimentei em um videogame. Por exemplo, se acontecer de você se deparar com membros racistas da KKK e matá-los, isso realmente aumenta sua honra.

Os métodos de caça são boas ​​também.

Red Dead Redemption 2 é de longe um dos jogos mais complexos já feitos.

10/10 facilmente.

COMPARTILHE:


sábado, 8 de dezembro de 2018

terça-feira, 4 de dezembro de 2018

Jogos estão explorando o controverso tópico do racismo

Alguns desses jogos são óbvios, como Mafia III, um jogo ambientado em New Bordeaux na década de 1960, onde você controla um protagonista tentando se levantar no mundo das máfias. Enquanto você caminha pelas ruas, as pessoas brancas olham para você com desdém, algumas até fechando suas portas. O racismo no jogo é bastante evidente.


Mais recentemente, a Electronic Arts atraiu muita atenção pelo seu controverso Battlefield V, apresentando uma mulher em combate. Enquanto você pode estar se perguntando o que há de errado com uma mulher em combate, a precisão histórica é, na verdade, bastante controversa. As mulheres não lutaram na Segunda Guerra Mundial. As mulheres não foram sequer permitidas nas forças britânicas até os anos 70 (ou algo parecido - me corrijam se eu estiver errado)! O que certamente significava que não havia como uma mulher estar na linha de frente durante a Segunda Guerra Mundial. Battlefield V provocou indignação de jogadores e historiadores.

COMPARTILHE:


domingo, 2 de dezembro de 2018

quinta-feira, 29 de novembro de 2018

Michell Hilton

Viver no mundo de Homefront seria aterrorizante

Viver no mundo de Homefront seria aterrorizante

A perspectiva de viver no mundo de Homefront é absolutamente aterrorizante. Independentemente de quão irrealista este jogo seja.

Em 2012, o ditador da Coreia do Norte, Kim Jong-il, morreu. Seu filho Kim Jong-un se torna o novo líder da Coreia do Norte. Ele inicia uma série de reformas que magicamente mudam o país em questão de meses.

Em 2013, ocorre uma crise econômica. As maiores potências do mundo, como China, Índia, Grã-Bretanha, França e, mais importante, os EUA caem em desordem. Esperar por várias horas na fila apenas para adquirir coisas básicas se tornam uma visão cotidiana.

Na Coreia do Sul, o ressentimento antiamericano cresce. O governo de lá culpa os EUA pela crise econômica e ordena a remoção das forças militares dos EUA. Após as negociações de paz com a Coreia do Norte, o nacionalismo coreano rapidamente ganha popularidade. As duas Coreias são unificadas, formando a Grande República da Coreia.

O Exército do Povo Coreano agora tem acesso aos talentosos generais sul-coreanos e equipamentos militares de alta tecnologia.

Em 2015, uma guerra entre Irã e Arábia Saudita entra em erupção. Os dois poderes, agora com armas nucleares, começaram a bombardear os poços de petróleo um do outro, fazendo com que os preços do petróleo disparassem.

Os EUA chamam de volta suas forças militares em todo o mundo devido a problemas domésticos em casa. A infra-estrutura se desfaz, o racionamento é promulgado e a lei marcial é declarada na maioria das grandes cidades.

Em 2021, uma epidemia de gripe aviária originada em Knoxville, Tennessee, envolve a maior parte do globo, matando seis milhões de americanos. A infra-estrutura já deficiente dificultou a distribuição de materiais de ajuda às regiões infectadas e o dólar entra em colapso.

Enquanto isso, a Coreia prosperou. Em retaliação aos ataques contra coreanos étnicos no Japão por parte dos habitantes locais, Kim Jong-un ordena a captura de todas as usinas nucleares japonesas, com a ameaça de destruí-las se o Japão não se render. O Japão faz sob pressão.

No início de 2020, todos os países do Sudeste Asiático estão sob controle coreano, de bom grado ou não. Para sustentar o sucesso econômico da Grande República da Coreia, Kim Jong-un olha para os EUA. Em janeiro de 2025, um satélite coreano lança um ataque na infra-estrutura dos EUA, conseguindo desativá-la com sucesso. Soldados coreanos invadem o Havaí, depois a Califórnia, depois todos os 24 estados a oeste do rio Mississippi. O próprio rio é transformado em um terreno baldio nuclear.

Pouco depois, o KPA impõe uma ocupação brutal de seus territórios americanos. Ex-cidadãos dos EUA são prisioneiros em seus próprios estados, quase todos os recursos do país são enviados de volta para a Coréia. Salt Lake City, em Utah, está fora de existência devido à insurreição de lá. Qualquer um que for pego praticando ataques de resistência é punido. Esta dura regra militar continua por dois anos, então o jogo começa.

Felizmente, o jogo é super irrealista. Não há como um pequeno Estado pária, pobre de pobreza, poder se reformar dentro de dois anos para se tornar uma potência econômica. O abismo cultural entre a Coreia do Norte e a Coreia do Sul é tão grande que levará décadas para ser reparado. A maioria dos desertores norte-coreanos lutam para adotar a convivência com vizinhos muito mais modernizados. Imagine que toda a população norte-coreana se misture aos sul-coreanos.

As nações da Europa Ocidental já lutam contra a assimilação de imigrantes de países muçulmanos. Imagine isso, mas dez vezes pior. A Coreia pode acabar em colapso com isso. Também precisamos saber que a China mantém a economia da Coreia do Norte. Os principais prejuízos econômicos à China também afetariam a Coreia do Norte.

COMPARTILHE:


quarta-feira, 28 de novembro de 2018

Michell Hilton

Battlefield V é extremamente decepcionante

Battlefield V é extremamente decepcionante

Minha única opinião sobre a exatidão histórica no Battlefield V é que não há nenhuma, e procurar por ela no jogo é estúpido. Battlefield V é insultuoso.

Mulheres na linha de frente? Isso me deixou frustrado. As mulheres na Segunda Guerra Mundial não estiveram nas linhas de frente. Seu trabalho era como médicas, enfermeiras e operárias em fábricas. Eu odeio essa agenda feminista forçada em jogos.

A bomba V1 foi usada para bombardear cidades aliadas e não usada contra a infantaria. Esta é apenas uma tentativa da EA de tornar a coisa toda mais dramática e atraente.

Nada sobre os uniformes parece realista. Onde estão os capacetes?

Tanques Churchill (parecem que estão na Fórmula 1). Por que diabos eles são tão rápidos? Os tanques Churchill só subiam em 15 mph.

Battlefield V está obviamente se tornando o próximo pesadelo da EA.

As práticas da EA são falsas e não boas para a indústria de games como um todo.

COMPARTILHE:


domingo, 25 de novembro de 2018

As microtransações são uma coisa desprezível

Por que Star Wars Battlefront 2 falhou? A EA trouxe as microtransações para os olhos do público, que não receberam com entusiasmo.

Um truque comum é o seguinte. Você pode obter um pouco de "Gold" ou outra moeda no jogo, aumentando o nível e realizando objetivos. "Gold" pode acelerar as coisas, mas você ainda estará perdendo para pessoas com melhores equipamentos.

No entanto, muitas vezes há uma segunda moeda, "Diamantes", que só podem ser obtidos com dinheiro real. "Diamantes" compram as coisas boas. A melhor armadura, as melhores figuras, o melhor alcance.

Contudo, alguém descobriu que você poderia desbloquear Star Wars Battlefront 2 inteiro em apenas seis meses, mas você teria que jogar oito horas por dia.

4.528 horas para ser preciso.

Mas para os jogadores que não quisessem dedicar 4.528 horas, a Electronic Arts (EA) lançou uma solução melhor. Você também poderia pagar cerca de 2.100 dólares de dinheiro real para desbloquear o resto do jogo e ser feliz.

As pessoas não gostaram muito dessa opção e o caos dura até hoje.

COMPARTILHE:


quinta-feira, 22 de novembro de 2018

Tencent faz parceria com a Sea

A Tencent fez uma parceria com a Sea, operadora da maior plataforma de jogos do Sudeste Asiático, para publicar e distribuir seus jogos online no sudeste da Ásia.

O acordo concede a Garena, braço de entretenimento digital da Sea, o direito de preferência de publicar jogos móveis e de PC da Tencent na Indonésia, Taiwan, Tailândia, Filipinas, Malásia e Singapura por cinco anos, segundo comunicado divulgado nesta segunda-feira pela Sea.

Os jogos onlines são as "galinhas dos ovos de ouro" da Tencent, juntamente com os serviços de redes sociais. Mas a empresa está enfrentando uma situação difícil neste ano, depois que Pequim suspendeu a aprovação de novos jogos.


COMPARTILHE:


segunda-feira, 12 de novembro de 2018

Michell Hilton

Red Dead Redemption II é fantástico

Red Dead Redemption II é um dos dos melhores jogos do ano.

Red Dead Redemption II é um dos melhores jogos do ano. Ele oferece uma história atraente, muitas horas de jogabilidade e um mundo maravilho.

Estados Unidos, 1899. O fim da era do velho oeste começou. Depois de tudo dar errado durante um roubo em uma cidade do oeste chamada Blackwater, Arthur Morgan e a gangue Van der Linde são forçados a fugir. Com agentes federais e os melhores caçadores de recompensas no seu encalço, a gangue precisa roubar, assaltar e lutar para sobreviver no impiedoso coração dos Estados Unidos. Conforme divisões internas ameaçam despedaçar a gangue, Arthur deve fazer uma escolha entre os seus próprios ideais e a lealdade à gangue que o criou.

A capacidade de limpar, atualizar e personalizar armas é maravilhoso!

RDR2 é realmente fantástico, tanto na qualidade das imagens, quanto na natureza tranquila da jogabilidade. A atenção aos detalhes é sem precedentes.

É simplesmente um jogo fenomenal em todos os sentidos.

COMPARTILHE:


terça-feira, 9 de outubro de 2018

Sony está trabalhando em um novo console

A Sony confirmou que está no processo de construir um novo console.

Em entrevista ao FT, o CEO e presidente da Sony, Kenichiro Yoshida, disse que a empresa estava comprometida com um sucessor para o PlayStation 4.

"Neste ponto, o que posso dizer é que é necessário ter um hardware de próxima geração", disse Yoshida ao jornal.

COMPARTILHE:


domingo, 30 de setembro de 2018

Devemos manter a política fora dos videogames?

Ideias políticas foram e sempre farão parte dos videogames.

Toda vez que alguém cria fantasias escapistas, momentos romantizados ou até representações cínicas da vida, você mostra sua visão do mundo. Isso não é apenas em jogos, mas para todos os outros meios artísticos também.

Na verdade, não me oponho à expressão política em videogames.

Não há nada de errado com a política nos videogames, mas se grande parte do jogo for política, muitas pessoas, incluindo eu mesmo, provavelmente não vão comprar os jogos, porque não é por isso que jogamos.

COMPARTILHE:


domingo, 23 de setembro de 2018

Fortnite está matando todos os outros jogos

De acordo com o relatório da SuperData, os telespectadores assistiram a quase 700 milhões de horas de conteúdo Battle Royale de maio de 2017 a maio de 2018. Embora existam outros jogos similares, como PlayerUnknown (PUBG), 83 por cento das horas de exibição foram gastos em Fortnite.

De acordo com a SuperData, “os jogos Battle Royale parecem menos uma mania temporária e mais como algo que veio para ficar”.

COMPARTILHE:


segunda-feira, 13 de agosto de 2018

"Monster Hunter: World" é censurado na China

"Monster Hunter: World" não está mais disponível no mercado WeGame da Tencent, sendo oferecido aos usuários existentes um reembolso total. A Tencent retirou o jogo cinco dias após seu lançamento, depois de receber "inúmeras" queixas sobre o conteúdo do jogo - apesar de observadores terem ligado a remoção abrupta com a recente repressão do governo.

COMPARTILHE:


segunda-feira, 30 de julho de 2018

sábado, 21 de julho de 2018