terça-feira, 14 de maio de 2019

Você deve atualizar seu WhatsApp agora

Uma vulnerabilidade de segurança no WhatsApp permitiu que agentes maliciosos implantassem spyware israelense em dispositivos móveis.

Uma vulnerabilidade no WhatsApp permitiu que agentes maliciosos implantassem spyware israelense em dispositivos móveis, segundo o Financial Times.

Usando nada mais do que uma chamada típica e inocente pelo WhatsApp, os usuários nem precisavam atender, pois o código malicioso, que está vinculado à empresa israelense NSO Group, era executado em segundo plano.

Verifique se você está usando a versão mais recente do WhatsApp.

Os principais clientes da NSO Group são governos.

COMPARTILHE:

quarta-feira, 8 de maio de 2019

Hackers roubam 42 milhões de dólares em bitcoins

Uma das principais bolsas de criptomoedas do mundo, a Binance, foi hackeada e 42 milhões de dólares em bitcoins foram roubados, segundo o CEO Changpeng Zhao.

De acordo com a atualização mais recente, os hackers lançaram um ataque contra a bolsa que lhes permitiu retirar 7 mil BTC em uma única transação.

Eles também conseguiram obter uma grande quantidade de dados dos usuários.

COMPARTILHE:

terça-feira, 7 de maio de 2019

Hackers chineses usam ferramentas da NSA para ataques

Um grupo de hackers patrocinados pelo governo chinês reformulou ferramentas da NSA para atacar aliados dos EUA e empresas na Europa e na Ásia, segundo a Symantec.

Com base no tempo dos ataques e pistas no código, pesquisadores da empresa Symantec acreditam que os chineses não roubaram o código, mas o capturaram de um ataque da Agência Nacional de Segurança em seus próprios computadores.

Esse grupo chinês, considerado pelos analistas como um dos mais perigosos, é responsável por vários ataques contra alguns dos alvos de defesa mais sensíveis dentro dos EUA, incluindo fabricantes de tecnologia espacial, satélite e de propulsão nuclear.

COMPARTILHE:

segunda-feira, 6 de maio de 2019


segunda-feira, 15 de abril de 2019

Ataque hacker contra a Microsoft é pior do que pensávamos

A Microsoft confirmou que os cibercriminosos conseguiram comprometer a conta de um agente de suporte e depois acessar as contas de e-mail dos usuários.

Mais detalhes, no entanto, agora estão circulando para indicar que o incidente foi realmente pior do que o anúncio da Microsoft, já que, segundo um relatório da Motherboard, os hackers conseguiram ler os e-mails dos usuários.

A Microsoft explicou na notificação que enviou aos usuários que os hackers conseguiram acessar algumas informações, mas nenhum conteúdo real do e-mail.

COMPARTILHE:

Microsoft: Outlook, MSN e Hotmail sofrem ataque hacker

Outlook, MSN e Hotmail foram afetados por um ataque hacker, segundo a Microsoft.

Em um e-mail enviado a usuários impactados, a Microsoft explica que um agente malicioso conseguiu comprometer as credenciais de um agente de suporte da Microsoft.

VEJA TAMBÉM: PGP é sempre o método mais eficaz

Cerca de 6 por cento dos usuários tiveram suas contas de e-mail hackeadas.

O acesso não autorizado foi registrado entre 1º de janeiro de 2019 e 28 de março de 2019.

COMPARTILHE:

sábado, 30 de março de 2019


quarta-feira, 27 de março de 2019

Microsoft assume o controle de 99 domínios iranianos

Microsoft diz que assumiu o controle de 99 domínios usados por hackers iranianos para roubar informações sensíveis e lançar outros ataques cibernéticos.

A empresa disse que o grupo tentou espionar ativistas, jornalistas, dissidentes políticos, trabalhadores da indústria de defesa e outros no Oriente Médio.

COMPARTILHE:


segunda-feira, 25 de março de 2019


terça-feira, 19 de março de 2019


quinta-feira, 14 de março de 2019

Hackers usam site do governo paquistanês para espionar

Hackers modificaram um site do governo paquistanês onde os cidadãos podem solicitar passaportes para espionar seus visitantes, segundo pesquisadores da Trustwave.

O código adicionado ao site, conhecido como Scanbox, realiza reconhecimento de visitantes e tem sido associado a ataques de espionagem no passado.

COMPARTILHE:

sexta-feira, 4 de janeiro de 2019


quinta-feira, 20 de dezembro de 2018


sexta-feira, 14 de dezembro de 2018


sexta-feira, 30 de novembro de 2018

Rede de hotéis Marriott sofre ataque devastador

A rede de hotéis Marriott afirmou nesta sexta-feira que dados de até 500 milhões de clientes podem ser comprometidos por causa da ação de um hacker.

Uma investigação mostrou que alguém copiou e criptografou dados pessoais da base de clientes da Starwoods, uma de suas cadeias de hotéis, que opera bandeiras como W Hotels, Sheraton, Le Méridien e Four Points em todo o mundo.

Fonte: O Globo

COMPARTILHE:

quarta-feira, 7 de novembro de 2018

Governo russo cria malware industrial mais avançado já visto

Hackers apoiados pelo governo russo foram responsáveis ​​por um ataque a uma instalação petroquímica da Arábia Saudita no ano passado, segundo uma empresa de segurança cibernética. Pesquisadores de segurança da FireEye ligaram o sofisticado malware "Triton" após uma investigação.


COMPARTILHE:

sábado, 29 de setembro de 2018

A conta de Mark Zuckerberg foi violada por hackers

O recente ataque a 50 milhões de contas do Facebook atingiu Mark: os hackers acessaram as contas dos principais executivos do Facebook, Mark Zuckerberg e Sheryl Sandberg, de acordo com o New York Times.

Não se sabe muito sobre a gravidade da violação de dados, incluindo quais informações particulares, se houver alguma, foram acessadas a partir das contas comprometidas. O Facebook disse que corrigiu a vulnerabilidade, mas ainda está nos "estágios iniciais" de investigar o que aconteceu.

COMPARTILHE:

segunda-feira, 9 de julho de 2018


sexta-feira, 6 de julho de 2018

NSO Group teve seu infame spyware Pegasus roubado

A NSO Group vende potentes malwares, que servem para invadir remotamente smartphones (como iPhones da Apple), para diversos governos ao redor do mundo. Mas de acordo com uma acusação recente, um funcionário descontente roubou o spyware da empresa, apelidado de Pegasus, e tentou vendê-lo por 50 milhões de dólares.

COMPARTILHE: