quarta-feira, 29 de maio de 2019

terça-feira, 28 de maio de 2019

Michell Hilton

O laptop mais letal do mundo foi vendido

thepersistenceofchaos

Você consideraria os malwares de computador como uma obra de arte? Um laptop carregado com seis dos malwares mais letais do mundo foi vendido por 1,3 milhões de dólares. Os malwares carregados no laptop causaram danos estimados em 95 bilhões de dólares em todo o mundo. De fato, alguns deles ainda podem ser contratados pela internet. Então você chamaria isso de uma obra de arte? Ou o computador mais perigoso do mundo? Não ajuda que o laptop esteja rodando no Windows XP, o sistema operacional em fase de desativação.

O Samsung NC10 está infectada com o ransomware WannaCry, que afetou mais de 200 mil computadores em 150 países. Também dentro do laptop está o trojan BlackEnergy (utilizado em um ataque cibernético que causou um blecaute em larga escala na Ucrânia em dezembro de 2015).

COMPARTILHE:


terça-feira, 14 de maio de 2019

Michell Hilton

Você deve atualizar seu WhatsApp agora

Uma vulnerabilidade de segurança no WhatsApp permitiu que agentes maliciosos implantassem spyware israelense em dispositivos móveis.

Uma vulnerabilidade no WhatsApp permitiu que agentes maliciosos implantassem spyware israelense em dispositivos móveis, segundo o Financial Times.

Usando nada mais do que uma chamada típica e inocente pelo WhatsApp, os usuários nem precisavam atender, pois o código malicioso, que está vinculado à empresa israelense NSO Group, era executado em segundo plano.

Verifique se você está usando a versão mais recente do WhatsApp.

Os principais clientes da NSO Group são governos.

COMPARTILHE:


quarta-feira, 8 de maio de 2019

Hackers roubam 42 milhões de dólares em bitcoins

Uma das principais bolsas de criptomoedas do mundo, a Binance, foi hackeada e 42 milhões de dólares em bitcoins foram roubados, segundo o CEO Changpeng Zhao.

De acordo com a atualização mais recente, os hackers lançaram um ataque contra a bolsa que lhes permitiu retirar 7 mil BTC em uma única transação.

Eles também conseguiram obter uma grande quantidade de dados dos usuários.

COMPARTILHE:


terça-feira, 7 de maio de 2019

Hackers chineses usam ferramentas da NSA para ataques

Um grupo de hackers patrocinados pelo governo chinês reformulou ferramentas da NSA para atacar aliados dos EUA e empresas na Europa e na Ásia, segundo a Symantec.

Com base no tempo dos ataques e pistas no código, pesquisadores da empresa Symantec acreditam que os chineses não roubaram o código, mas o capturaram de um ataque da Agência Nacional de Segurança em seus próprios computadores.

Esse grupo chinês, considerado pelos analistas como um dos mais perigosos, é responsável por vários ataques contra alguns dos alvos de defesa mais sensíveis dentro dos EUA, incluindo fabricantes de tecnologia espacial, satélite e de propulsão nuclear.

COMPARTILHE: