terça-feira, 18 de julho de 2017

Michell Hilton, Blog MichellHilton, tecnologia, notícias, mercado, mercado financeiro, economia, blog, noticias, noticias de tecnologia

Trump está repetindo erros que condenaram Clinton

Trump e sua família estão repetindo os erros que condenaram Hillary Clinton

Mesmo Donald Trump pode concordar que uma das principais razões pelas quais ele ganhou as eleições de 2016 é porque os eleitores não podiam ficar com o legado de escândalos, decepções e falsificações de Hillary Clinton. No entanto, na história da intromissão da Rússia nas eleições de 2016, Trump e sua família estão repetindo os erros que condenaram Hillary Clinton.

MANCHETE SOBRE O ASSUNTO: The Trumps and the Truth

COMPARTILHE:

quarta-feira, 23 de novembro de 2016

Michell Hilton, Blog MichellHilton, tecnologia, notícias, mercado, mercado financeiro, economia, blog, noticias, noticias de tecnologia

Trump não precisa humilhar ainda mais a família Clinton

Donald Trump não precisa humilhar ainda mais a família Clinton, diz um analista americano, argumentando que a derrota eleitoral da candidata democrata Hillary Clinton é o suficiente

Donald Trump não precisa humilhar ainda mais a família Clinton, diz um analista americano, argumentando que a derrota eleitoral da candidata democrata Hillary Clinton é o suficiente.

Em um aparente contraste com a retórica incendiária que ele usou ao longo de sua campanha presidencial, Trump disse na terça-feira que ele não iria processar Hillary Clinton, argumentando que a ex-secretária de Estado já havia "sofrido muito".

COMPARTILHE:

terça-feira, 22 de novembro de 2016

Michell Hilton, Blog MichellHilton, tecnologia, notícias, mercado, mercado financeiro, economia, blog, noticias, noticias de tecnologia

Trump não vai processar Hillary Clinton

Donald Trump, não deseja abrir novas investigações contra o uso de um e-mail privado por Hillary Clinton, quando era secretária de Estado, ou sobre irregularidades na Fundação Clinton

Donald Trump, não deseja abrir novas investigações contra o uso de um e-mail privado por Hillary Clinton, quando era secretária de Estado, ou sobre irregularidades na Fundação Clinton. A decisão foi comentada por sua chefe de campanha e mais importante assessora, Kellyanne Conway, nesta terça-feira, uma mudança significativa em relação ao discurso do magnata durante a campanha.

MANCHETE SOBRE O ASSUNTO: Trump não vai reabrir investigação contra Clinton, diz assessora

COMPARTILHE:

segunda-feira, 14 de novembro de 2016

Michell Hilton, Blog MichellHilton, tecnologia, notícias, mercado, mercado financeiro, economia, blog, noticias, noticias de tecnologia

Hillary Clinton teve um final amargo na política

A perda de Hillary Clinton foi especialmente esmagadora para milhões de pessoas que aplaudiram sua marcha em direção a história, eles esperavam, a primeira mulher presidente do país

A perda de Hillary Clinton foi especialmente esmagadora para milhões de pessoas que aplaudiram sua marcha em direção a história, eles esperavam, a primeira mulher presidente do país. Hillary uma tinha uma oportunidade para elevar uma mulher para cargo mais alto da nação, mas não conseguiu essa façanha.

Para os Clintons, a derrota sinalizou um fim amargo para uma dinastia política ultrapassada.

Mas mais e mais, os pontos fracos de Hillary como candidata foram expostos. Ela não conseguiu entusiasmar os eleitores com fome de mudança. Ela lutou para construir a confiança com os americanos que ficaram perplexos com a sua decisão de usar um servidor de e-mail privado quando era secretária de Estado. 

Para a surpresa de muitos da esquerda, os eleitores brancos que tinham ajudado a eleger o primeiro presidente negro, apareceram mais relutantes em votar em uma mulher branca.

COMPARTILHE:

sexta-feira, 11 de novembro de 2016

Michell Hilton, Blog MichellHilton, tecnologia, notícias, mercado, mercado financeiro, economia, blog, noticias, noticias de tecnologia

Governo Trump pode processar Hillary

Um assessor do presidente eleito Donald Trump na quinta-feira recusou-se a descartar processar Hillary Clinton ou investigar a fundação dirigida pelo ex-presidente Bill Clinton

Um assessor do presidente eleito Donald Trump na quinta-feira recusou-se a descartar processar Hillary Clinton ou investigar a fundação dirigida pelo ex-presidente Bill Clinton.

O ex-prefeito de Nova York Rudy Giuliani, um membro provável do gabinete do novo presidente, disse à CNN que foi uma "decisão difícil" sobre se um promotor especial devesse ser designado para investigar possíveis atividades ilegais de Clinton, como Trump ameaçou fazer no campanha.

Falando com a Fox News, o ex-prefeito disse: "Eu não acho que o presidente Obama devesse perdoá-la" - apesar de Clinton não ter sido condenada por qualquer crime.

Foi perguntado a Giuliani se ele iria aceitar, se for oferecido o escritório do procurador-geral dos Estados Unidos.

"Eu certamente tenho a energia, e provavelmente não há ninguém que conheça o Departamento de Justiça melhor do que eu", disse à CNN.

COMPARTILHE:

quarta-feira, 9 de novembro de 2016

Michell Hilton, Blog MichellHilton, tecnologia, notícias, mercado, mercado financeiro, economia, blog, noticias, noticias de tecnologia

Hillary Clinton despejou uma incrível quantidade de dinheiro e não ganhou


Donald Trump é um cara inteligente.

É estranho que a mídia tenha se esforçado para fingir que não.

O cara tem sido extremamente bem sucedido no mundo dos negócios e da forma como ele manipulou a mídia para conseguir uma cobertura gratuita é algo que nunca vimos antes na história da política.

No total, Trump levantou pelo menos 270 milhões de dólares desde o lançamento de sua campanha em junho de 2015, um pouco mais do que um terço do dinheiro que a campanha de reeleição de Barack Obama gastou em 2012.

Clinton levantou pelo menos 521 milhões de dólares, de acordo com a imprensa americana.

Trump não gastou nem perto do que Hillary gastou.

COMPARTILHE:

Michell Hilton, Blog MichellHilton, tecnologia, notícias, mercado, mercado financeiro, economia, blog, noticias, noticias de tecnologia

Clinton: Devemos dar ao Trump a chance de liderar

Hillary Clinton exortou seus partidários a aceitar o resultado da eleição e dar ao Donald Trump a "chance de liderar"
Segurando as lágrimas, a democrata derrotada diz que espera que o seu adversário seja "um presidente de sucesso para todos os americanos".

Hillary Clinton exortou seus partidários a aceitar o resultado da eleição e dar ao Donald Trump a "chance de liderar".

Falando pela primeira vez desde sua derrota devastadora nas mãos de Trump, Hillary disse a apoiadores chorosos em Nova York: "Esta perda dói, mas por favor, nunca pare de acreditar que lutar pelo que é certo vale a pena."

A democrata, que lutou contra as lágrimas durante um discurso sombrio, acrescentou que ela espera que o republicano seja "um presidente de sucesso para todos os americanos."

Falando na Casa Branca, o presidente Barack Obama disse que estava orgulhoso de Hillary Clinton e chamou sua candidatura de "histórica".

Ele comprometeu-se a garantir que há uma transição pacífica de poder, dizendo: "Estamos agora todos torcendo por seu sucesso em unir e liderar o país".

MANCHETE SOBRE O ASSUNTO: Hillary Clinton faz seu primeiro discurso em Nova York após derrota nas eleições presidenciais dos EUA

COMPARTILHE:

terça-feira, 27 de setembro de 2016

Michell Hilton, Blog MichellHilton, tecnologia, notícias, mercado, mercado financeiro, economia, blog, noticias, noticias de tecnologia

Hillary caminhou na corda bamba no debate com Trump

Hillary Clinton caminhou na corda bamba no debate com Donald Trump

Depois de mais de um ano de conversa dura durante a campanha, Hillary Clinton e Donald Trump finalmente levaram suas propostas para um debate.

Embora a troca de 90 minutos tenha abordado temas como a segurança nacional, relações raciais e prosperidade econômica, política de gênero eram uma constante, se não sempre sutil, tema.

Quando o moderador Lester Holt pediu para Trump explicar o que ele queria dizer quando comentou que Clinton não tem um "look presidencial," ele ofereceu que ela não poderia suportar o ritmo exigente da presidência. Muitos na internet argumentaram, no entanto, que a resistência é uma palavra de código para a masculinidade, e lançou o ataque de Donald Trump como uma invocação das normas tradicionais de gênero.

Enquanto Trump felicitou-se por não recorrer ao mais cruel dos ataques durante o debate - uma aparente referência a infidelidade de Bill Clinton - ele pouco fez para assegurar aos eleitores que ele poderia responder às críticas de uma mulher sem tornar-se desequilibrado.

Na sequência do debate, a campanha de Hillary lançou um novo vídeo com Alicia Machado, uma torcedora de Clinton e ex-Miss Universo, que diz ter sido submetida a alegados insultos de Trump durante seu reinado na década de 1990 o que levou a desenvolver distúrbios alimentares.

Há mais dois debates na corrida presidencial norte-americana de 2016, o que poderia ser crucial para decidir se Clinton vai se tornar a primeira mulher presidente, ou se Trump vai entrar para a história da política do Estados Unidos.

Será que a culpa é de Trump ou da enorme quantidade de comida que ela comeu ao longo da vida.

COMPARTILHE: