sexta-feira, 12 de julho de 2019

Michell Hilton

IPO da AB InBev em Hong Kong desceu pelo ralo

IPO, AB InBev, Hong Kong, Michell Hilton

Citando vários fatores, incluindo "condições de mercado prevalecentes", a Anheuser-Busch InBev (AB InBev) anunciou nesta sexta-feira (12) que estava cancelado sua oferta pública inicial (IPO) em Hong Kong.

As ações da AB InBev terminaram o dia em queda 1,09 por cento.

Muitos investidores ficaram entusiasmados com o IPO, dado o potencial de crescimento na Ásia. A listagem era esperada para ser o maior IPO de 2019, avaliado em quase 10 bilhões de dólares.

COMPARTILHE:


quinta-feira, 11 de julho de 2019

Michell Hilton

McAfee planeja um retorno aos mercados públicos

McAfee, IPO, Michell Hilton

A empresa de software de segurança cibernética McAfee está planejando um retorno aos mercados públicos, informou o Wall Street Journal na quarta-feira, citando pessoas familiarizadas com o assunto.

Um IPO poderia levantar pelo menos 1 bilhão de dólares e valorizar a McAfee em mais de 5 bilhões de dólares, segundo o relatório.

Quem diria que a McAfee chegaria tão longe!

COMPARTILHE:


terça-feira, 9 de julho de 2019

Michell Hilton

Saudi Aramco prepara o terreno para o IPO

Aramco, IPO, Saudi, Aramco, Michell Hilton

A Arábia Saudita está reiniciando os preparativos para uma potencial oferta pública inicial da gigante petrolífera Saudi Aramco, a empresa mais lucrativa do mundo, de acordo com a Bloomberg.


O príncipe herdeiro da Arábia Saudita, Mohammed bin Salman, quer listar a Aramco em Nova York, mas os consultores têm receio de abrir a empresa aos riscos dos litígios norte-americanos. O príncipe Mohammed bin Salman insistiu que o IPO acontecerá entre 2020 ou 2021.

COMPARTILHE:


sábado, 29 de junho de 2019

Michell Hilton

IPO da The RealReal foi motivo de muita comemoração

IPO da The RealReal.

As ações do brechó de luxo The RealReal, que vende roupas consignadas, jóias, relógios, obras de arte e decoração para a casa, fecharam em alta de mais de 40 por cento em sua estréia na Nasdaq, dando-lhe uma capitalização de cerca de 2,4 bilhões de dólares e sinalizando o apetite dos investidores por listagens de empresas de consumo, segundo a Reuters.

É interessante ver quando os líderes encontram o sonhado pote de ouro!

COMPARTILHE:


quinta-feira, 20 de junho de 2019