segunda-feira, 24 de junho de 2019

Michell Hilton

Flogão chega ao fim

Flogão chega ao fim após 15 anos.

Se você ficou triste com o fim do Orkut, a rede social que caiu em desgraça com a chegada do Facebook, então imagine que o Flogão, o Instagram da era da internet discada, anunciou que chegou ao fim.

Foram 15 anos de muita diversão.

COMPARTILHE:


sábado, 4 de maio de 2019

Michell Hilton

Enigma da imagem

Tenho estado preso nisso há algum tempo, eu percebi que pessoas aleatórias por toda a internet gostariam de tentar resolver isso tanto quanto eu.

Tenho estado preso nisso há algum tempo, eu percebi que pessoas aleatórias por toda a internet gostariam de tentar resolver isso tanto quanto eu.

Eu adoraria feedbacks e pensamentos.

COMPARTILHE:


quarta-feira, 3 de abril de 2019

quinta-feira, 14 de março de 2019

terça-feira, 12 de março de 2019

domingo, 10 de março de 2019

quarta-feira, 31 de outubro de 2018

Bitcoin faz dez anos

Há dez anos, quando o Lehman Brothers estava declarando falência e a economia global estava entrando em recessão, a ideia de uma moeda alternativa estava sendo construída silenciosamente online.

Em 31 de outubro de 2008, o Bitcoin nasceu.

Sua tecnologia subjacente, blockchain, está sendo adotada por bancos como o JPMorgan e gigantes da tecnologia como Amazon e Facebook.

A coisa mais desconcertante sobre o Bitcoin é sua história de origem. Foi inventado por um criptógrafo anônimo, que usava o pseudônimo Satoshi Nakomoto, mas ninguém até hoje sabe quem é cérebro.

As teorias e pistas da conspiração são infinitas. As grafias britânicas e frases como "malditamente difíceis" em fóruns online sugeriam que Satoshi era inglês, enquanto outros dizem que o fundador poderia ser americano, irlandês ou finlandês. O CEO da Tesla, Elon Musk, está entre os que foram acusados ​​de ser Satoshi, embora ele tenha negado. Vários outros "admitindo" ser o fundador foram desacreditados desde então. O código é tão impressionante, dizem outros, que deve ter sido escrito por várias pessoas.

COMPARTILHE:


segunda-feira, 29 de outubro de 2018

segunda-feira, 23 de julho de 2018

domingo, 29 de abril de 2018

Michell Hilton

Por que sites obscuros são tão feios?

Por que sites da rede Tor são tão obscuros e feios?

Os desenvolvedores tentam limitar a quantidade de código em seu site para que seus sites sejam carregados mais rapidamente. (Considerando que o "Onion" consiste em 3 ou mais servidores proxy entre você e o servidor principal do site, o que limita drasticamente a velocidade de conexão).

Eles também tentam usar código legado e formatação para que qualquer computador ou usuário final possa acessar o site, sem problemas de formatação.

Se eles usassem layouts novos e bonitos, o tempo de carregamento seria maior, tornando a navegação bastante penosa.

Além disso, por causa das funções de segurança internas do Tor, ele bloquearia a maior parte do 'novo' código de qualquer maneira. (Como HTML5 e JavaScript).

Usando codificação complicada e uma infinidade de scripts resultaria em um site bonito, mas a velocidade de conexão seria prejudicada e apenas poucas partes do site seriam realmente carregadas.

As pessoas na web escura não se importam com a aparência agradável dos sites, eles só se preocupam com a informação e a praticidade deles.

Minha teoria pessoal é que também os sites querem menos pessoas envolvidas possível, então contratar um web designer é um risco desnecessário.

COMPARTILHE:


segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018

quinta-feira, 8 de fevereiro de 2018

Chrome começará a marcar sites HTTP como não seguros

O Google anunciou hoje o terceiro passo na guerra contra sites HTTP. A partir de julho de 2018, o Chrome marcará todo o HTTP como não seguro.

HTTPS é uma versão mais segura do protocolo HTTP usado na internet para conectar usuários a sites. As conexões seguras são amplamente consideradas uma medida necessária para diminuir o risco dos usuários ficarem vulneráveis.

O Google vem empurrando o HTTPS há anos, mas acelerou seus esforços no ano passado. O Chrome 56, lançado em janeiro de 2017, começou a marcar páginas HTTP que coletam senhas ou cartões de crédito como "não seguro". O Chrome 62, lançado em outubro de 2017, começou a marcar sites HTTP com dados inseridos como "não seguro."

Como resultado, mais de 78 por cento do tráfego do Chrome no Chrome OS e Mac agora são HTTPS, enquanto 68 por cento do tráfego do Chrome no Android e no Windows também são HTTPS.

COMPARTILHE:


segunda-feira, 14 de agosto de 2017

GoDaddy bane site neo-nazista

A empresa de domínios da internet "GoDaddy" deu 24 horas para o site neo-nazista "Daily Stormer" encontrar outro provedor após uma publicação denegrir a imagem da vítima de um supremacista branco durante um protesto contra a intolerância, no estado americano da Virgínia. O texto gerou revolta entre internautas, que pediram a exclusão do site.

GoDaddy disse em um tweet que Daily Stormer tinha sido informado de que tinha 24 horas para mover seu domínio de site para outro provedor porque tinha "violado" os "termos de serviço".

COMPARTILHE:


sábado, 17 de dezembro de 2016

Michell Hilton

Super Mario Run pode drenar todo seu plano de internet

Super Mario Run

Super Mario Run foi finalmente lançado no dia 15 de dezembro e desde então está sendo um grande sucesso para a Nintendo. Segundo especialistas, o jogo teria ultrapassado a marca de 2,85 milhões de downloads apenas no primeiro dia, sendo que atualmente ele está dominando duas categorias na App Store. Como nem tudo são flores, um dos maiores problemas do jogo é a necessidade de conexão com a internet e agora foi constatado que o consumo de dados é elevado.

Isso pode não parecer muito, porém se o usuário decidir jogar Super Mario Run durante duas horas por dia, o game terá consumido quase 5 GB de internet. Além disso, caso o usuário tenha algum plano pré-pago de operadora no Brasil, será quase impossível jogar este novo título da Nintendo.

COMPARTILHE:


quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

'Pokémon Go' dominou os brasileiros em 2016

O Google divulgou nesta quarta-feira (14) os termos mais pesquisados em sua ferramenta de buscas na internet. No Brasil, "Pokémon Go", o game para smartphones que virou febre mundial, lidera o ranking, à frente de Jogos Olímpicos Rio 2016, Big Brother Brasil e Chapecoense.

COMPARTILHE:


segunda-feira, 12 de dezembro de 2016

Michell Hilton

Kassab +1...

Kassab assina acordo para desenvolver 'internet das coisas' no país

Gilberto Kassab, esteve nesta segunda-feira (12) no Rio de Janeiro para assinar um acordo de Cooperação Institucional para desenvolver a "internet das coisas" no Brasil. O estudo, financiado pelo BNDES, vai subsidiar um Plano Nacional de IoT (sigla do inglês Internet of Things), a princípio durante cinco anos (2017 a 2022), para diagnóstico e proposta de políticas públicas, e desenvolvimento da nova tecnologia, considerando inovação, benefícios e impactos para a sociedade.


COMPARTILHE:


terça-feira, 18 de outubro de 2016

Michell Hilton

Zuckerberg quer o Facebook na China, e é apenas uma questão de tempo

Facebook é bloqueado na China desde 2009, e seu serviço de compartilhamento de fotos Instagram foi bloqueado em 2014

Para as empresas de internet dos EUA, a China é uma terra de derrota.

Muitas pessoas esperavam que as empresas de tecnologia ocidentais iriam afrouxar o controle da China sobre a informação. Em vez disso, as empresas têm de bom grado participado nos esforços para censurar o discurso dos cidadãos.

Yahoo entregou as autoridades informações sobre ativistas que lutavam pela democracia, levando-os para a cadeia. Microsoft fechou o blog do proeminente ativista Michael Anti. Google censurou resultados de pesquisa que eram politicamente sensíveis na China.

Em 2006, essas três empresas foram chamadas pelo Congresso e foram acusadas de "colaboração doentia" com o governo chinês. Google fechou seu motor de busca na China continental em 2010, queixando-se publicamente sobre a censura e cibersegurança.

Facebook é bloqueado na China desde 2009, e seu serviço de compartilhamento de fotos Instagram foi bloqueado em 2014. Uma vez eu pensei que seria desastroso ou impossível para a rede social tentar uma aventura na China, e alguns especialistas na China ainda acreditam nisso. Mas um lançamento do Facebook na China agora parece provável.

O fundador e CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, tem sinalizado que está disposto a fazer o que é preciso para sua empresa entrar no país. Pessoas que conhecem bem a empresa acham que isso vai acontecer.

"Não é um caso, é um quando", diz Tim Sparapani, que foi o primeiro diretor do Facebook de política pública e é agora diretor da SPQR Strategies, uma empresa de consultoria. Facebook se recusou a comentar, mas Zuckerberg disse no ano passado: "Você não pode ter uma missão para querer conectar todos no mundo e deixar de fora o maior país."

Uma década após a entrada esperançosa, mas malfadada do Google na China, empresas norte-americanas podem ver o mercado chinês como ainda mais tentador. O número de usuários chineses na internet subiu para cerca de 700 milhões, e representam um recurso inexplorado valioso para as empresas americanas.

O Facebook não tem que derrubar WeChat para atingir o sucesso. Capturar uma fração relativamente pequena do mercado de Internet da China poderia gerar receitas significativas. A empresa norte-americana deve ser capaz de diferenciar-se por fornecer uma ponte para o resto do mundo. "WeChat não pode competir nesse domínio", diz Cheng, da Brookings Institution. "O Facebook é um nome global. WeChat é um nome chinês."

COMPARTILHE:


Michell Hilton

Amazon pretende oferecer o seu próprio serviço de internet na Europa

Amazon está pensando em possivelmente lançar seu próprio serviço de internet no mercado europeu, de acordo com Amir Efrati e Martin Peers do "The Information"

Amazon está pensando em possivelmente lançar seu próprio serviço de internet no mercado europeu, de acordo com Amir Efrati e Martin Peers do "The Information".

Isso significa que a Amazon iria ser capaz de começar a oferecer um pacote de banda larga, colocando-o em concorrência direta com outros provedores que oferecem serviços semelhantes.

O relatório não oferece um monte de detalhes, mas faz notar que o serviço de banda larga da Amazon poderia ser lançado primeiro no Reino Unido.

Não está claro como Amazon planeja agregar o serviço aos usuários Prime. Mas se ela se tornar parte do pacote Prime, isso seria outra grande vantagem oferecida a sua crescente base de usuários Prime. Amazon já oferece envio gratuito de dois dias, o acesso a toneladas de música, vídeo e e-books, bem como armazenamento de arquivos online para os membros Prime.

MANCHETE SOBRE O ASSUNTO: Amazon Eyes Internet Service Offering

COMPARTILHE:


segunda-feira, 17 de outubro de 2016

Michell Hilton

Internet de Julian Assange foi intencionalmente cortada

A conexão à Internet do fundador do WikiLeaks, Julian Assange, foi cortada nesta segunda-feira (17), na embaixada do Equador em Londres, onde ele está refugiado há quatro anos

A conexão à Internet do fundador do WikiLeaks, Julian Assange, foi cortada nesta segunda-feira (17), na embaixada do Equador em Londres, onde ele está refugiado há quatro anos. A rede da embaixada foi atacado por um ente estatal ainda não identificado. "A conexão de Assange foi cortada intencionalmente por um sujeito estatal. Ativamos planos alternativos", informou o WikiLeaks no Twitter. 

No início de outubro, Assange anunciou que o WikiLeaks iria publicar semanalmente relatórios secretos que poderiam atingir os candidatos à Presidência dos Estados Unidos, como a democrata Hillary Clinton. Assange já divulgou uma série de documentos diplomáticos americanos, como alguns sobre Guerra no Iraque, que provocaram embaraços no governo dos EUA e em seus aliados.

A contingência do WikiLeaks é liberar tudo o que eles têm, dependendo da gravidade da infração cometida contra um membro do WikiLeaks.

COMPARTILHE:


domingo, 9 de outubro de 2016

4chan está morrendo aos poucos

4chan é um fórum de discussão controversa e em grande parte não moderada. O site, criado em 2003 permite aos usuários postarem anonimamente.

No domingo, o proprietário Nisimura Hiroyuki postou um pedido de desculpas no fórum, afirmando que o site "não pode mais pagar os custos de infra-estrutura, taxa de rede, o custo dos servidores, CDN e etc."

Nisimura, um empresário japonês que assumiu o site em 2015, escreveu que 4chan recentemente reduzir o número de anúncios em seu site, devido aos custos de veiculação de anúncios. Em um e-mail enviado para CNNMoney, ele disse que 4chan não é para os anunciantes e que "atrair anunciantes não é [a] primeira opção." Ele disse confiar em anúncios é "arriscado", citando bloqueadores de anúncios - onde os usuários podem bloquear anúncios em seus navegadores.

COMPARTILHE: