Mostrando postagens com marcador MZuckerberg. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador MZuckerberg. Mostrar todas as postagens

quarta-feira, 11 de abril de 2018

Congressista questiona agressivamente Zuckerberg

Congressista do Vale do Silício questiona agressivamente Mark Zuckerberg.

A congressista Anna Eshoo, uma democrata da Califórnia, não hesitou em questionar Zuckerberg - repetidamente interrompendo-o com uma série de perguntas sobre o vazamento de dados da Cambridge Analytica e sobre as responsabilidades éticas do Facebook.

Ela abriu perguntando se o Facebook tem "uma responsabilidade moral" de ajudar a proteger as instituições democráticas dos EUA e questionou Zuckerberg sobre como ele lidou com a situação da Cambridge Analytica.

Notavelmente, ela é uma das únicas integrantes que representa o Vale do Silício - o coração da indústria de tecnologia americana. O distrito de Eshoo inclui parte do Menlo Park, onde o Facebook está sediado.

A sede da empresa fica em um distrito vizinho, mas Mark Zuckerberg mora no distrito de Anna Eshoo.

MANCHETE SOBRE O ASSUNTO: Destaques do testemunho de Zuckerberg aos senadores na terça-feira (10)
COMPARTILHE:    Facebook Twitter

Destaques do testemunho de Zuckerberg aos senadores

COMPARTILHE:    Facebook Twitter

terça-feira, 10 de abril de 2018

"Seu contrato de usuário é péssimo"

"Seu contrato de usuário é péssimo", disse o senador John Kennedy para Zuckerberg.

"Seu contrato de usuário é péssimo", disse o senador John Kennedy para o CEO do Facebook, Mark Zuckerberg.

O senador Kennedy repetidamente perguntou a Mark Zuckerberg por que o Facebook não explica em termos mais simples os tipos de dados que coleta de seus usuários, aos quais Zuckerberg repetidamente disse ao senador que acredita que o Facebook já está fazendo o que o senador Kennedy quer.

"Eu não quero votar para ter que regulamentar o Facebook, mas por Deus eu vou", disse o senador Kennedy.
COMPARTILHE:    Facebook Twitter

Facebook não é uma empresa de mídia, diz Zuckerberg

Facebook

Mark Zuckerberg reconheceu que o Facebook se sente responsável pelo que está sendo postado em sua plataforma, mas repetiu sua posição de que o Facebook não é uma empresa de mídia.

"Eu concordo que somos responsáveis ​​pelo conteúdo, mas não produzimos o conteúdo", disse Zuckerberg.

Ele reiterou sua visão de longa data de que o Facebook é, antes de tudo, uma empresa de tecnologia, "porque a principal coisa que fazemos é construir tecnologia e produtos".

MANCHETE SOBRE O ASSUNTO: O Facebook é viciante?
COMPARTILHE:    Facebook Twitter

O Facebook é viciante?

Zuckerberg está sob pressão para responder se seu próprio produto é viciante.

Os executivos do setor de tabaco foram assombrados por décadas depois de dizer em uma audiência do Congresso que seu produto não era viciante. Agora, Zuckerberg está sob pressão para responder se o Facebook é viciante.

Senador Sasse pergunta, o Facebook é viciante?

"Se você usa a internet e as mídias sociais principalmente para consumir conteúdo passivamente e não está se envolvendo com outras pessoas, isso não tem efeitos positivos e pode ser negativo", disse ele.

MANCHETE SOBRE O ASSUNTO: Mark Zuckerberg defende o Messenger Kids
COMPARTILHE:    Facebook Twitter

Mark Zuckerberg recebe uma pequena cortesia

Mark Zuckerberg

Enquanto os fotógrafos cercam o CEO do Facebook, aqui está um sinal pequeno, mas revelador, da cortesia que foi dada a Mark Zuckerberg: ele não vai ser empossado. Isso não muda suas obrigações legais de dizer a verdade, mas evita as fotografias que podem ter conotações negativas.

MANCHETE SOBRE O ASSUNTO: Mark Zuckerberg enfrenta o Congresso dos EUA
COMPARTILHE:    Facebook Twitter

segunda-feira, 26 de março de 2018

Mark Zuckerberg pede desculpas...

Cambridge Analytica

Mark Zuckerberg publicou um anúncio de página inteira no Washington Post, New York Times, Wall Street Journal e em seis jornais do Reino Unido para se desculpar com o escândalo da Cambridge Analytica, segundo Brian Stelter, da rede de notícias CNN.

A Cambridge Analytica é uma empresa britânica de consultoria política que analisa dados para criar estratégias de comunicação em processos eleitorais. Foi fundada em 2013, dentro da casa mãe SCL Group, também britânica, mas trabalha com candidatos norte-americanos há cerca de dois anos. Utiliza testes de personalidade e parâmetros como a idade, raça, rendimentos, naturalidade, comportamentos de consumo e hábitos online para traçar o perfil psicológico de potenciais eleitores.

COMPARTILHE:    Facebook Twitter

quarta-feira, 27 de setembro de 2017

segunda-feira, 24 de julho de 2017

Churrasco de Zuckerberg era um recado para Elon Musk

Elon Musk: “A inteligência artificial ameaça a existência da nossa civilização”

O CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, teve a boa ideia de fazer uma transmissão ao vivo, enquanto assava carnes no quintal de sua casa em Palo Alto, Califórnia, no domingo à tarde. Ao contrário de sua sessão de churrasco que estava quente, ele está frio sobre o futuro da inteligência artificial.

Na verdade, Zuckerberg não só deu uma visão contrária, mas, na verdade, admoestou o bilionário do Vale do Silício, Elon Musk, que soou o alarme sobre a inteligência artificial e a ameaça que ela representa para o bem-estar da humanidade.

Zuckerberg respondeu uma pergunta sobre IA e as opiniões expressas por Elon Musk sobre seus medos relacionados a ela. O CEO do Facebook insistiu que "a IA vai transformar nossas vidas no futuro, e os cenários do dia do juízo final são bastante irresponsáveis".

Musk, o CEO da SpaceX e da Tesla, no início de julho, disse que a IA causará uma grande interrupção de empregos, que os robôs "poderão fazer as coisas melhores do que nós".
COMPARTILHE:    Facebook Twitter

quinta-feira, 25 de maio de 2017

segunda-feira, 6 de junho de 2016

Contas do Twitter e Pinterest de Mark Zuckerberg foram invadidas por hackers

Michell Milton, MichellHilton.com, Michell Hilton em Curitiba, Tecnologia, Vale do Silício, Brasil, Mídia, notícias e publicidade, notícias de tecnologia

O co-fundador do Facebook e CEO Mark Zuckerberg, compreensivelmente, tem contas em outras redes sociais, mas isso não significa que ele não tenha que se preocupar em manter práticas de segurança padrão em propriedades não-Facebook. Este fim de semana, as suas contas do Twitter e Pinterest foram invadidas por hackers. O grupo responsável, OurMine, também alegou ter ganho acesso a sua conta do Instagram.

Não sabemos como OurMine fez isso acontecer, mas o grupo está alegando que foi tudo graças ao despejo de senhas do LinkedIn de algumas semanas atrás. Milhões de detalhes da contas dos usuários vazaram na internet no mês passado, a empresa reagiu e entrou em contato com membros afetados para redefinir suas senhas. Mas a história não termina aí, porque, como todos sabemos, muitas pessoas gostam de reutilizar a mesma senha em diferentes serviços online.

Twitter suporta autenticação de dois fatores, garantindo que qualquer um que tente fazer login no site também tenha que ter acesso ao número de telefone da pessoa cuja conta está criada.

Reutilizar senhas é uma má ideia, mesmo se você não for um bilionário com um alvo pintado nas costas.
COMPARTILHE:    Facebook Twitter

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016

Mark Zuckerberg está do lado da Apple

Mark Zuckerberg está do lado da Apple

Mark Zuckerberg está do lado da Apple, mas ainda não tem certeza do que ele faria se o FBI lhe pedisse ajuda para quebrar a criptografia de um cliente.

O CEO do Facebook deu seus pensamentos sobre uma variedade de tópicos em uma conversa na segunda-feira, fechando o primeiro dia do Mobile World Congress em Barcelona.

Atormentado por problemas de som durante todo o tempo, Zuckerberg sentiu-se visivelmente desconfortável no palco, mesmo comentando sobre sua transpiração várias vezes ("Eu não posso controlar isso", disse ele). Mas mesmo assim ele continuou, seu objetivo foi claro, entregar uma mensagem sobre a miríade de formas em que ele está tentando fazer do mundo um lugar melhor.

"É uma loucura que estamos sentados aqui em 2016, enquanto 4 bilhões de pessoas não têm acesso à Internet", disse Mark Zuckerberg, comentando a iniciativa do Internet.org.

Uma área em que Zuckerberg foi um pouco menos clara foi a pergunta sobre sua posição ao pedido do FBI para a Apple ajudar a decifrar um iPhone de um dos atiradores de San Bernardino. "Estou solidário com a Apple", disse Zuckerberg, a "criptografia não deve ser bloqueada. Mas temos uma grande responsabilidade em prevenir o terrorismo, e nós queremos ajudar os governos a prevenir o terrorismo pelo mundo."
COMPARTILHE:    Facebook Twitter

domingo, 21 de fevereiro de 2016

Zuckerberg aparece no evento da Samsung para falar do VR

Zuckerberg aparece no evento da Samsung para falar do VR

Mark Zuckerberg aparece no evento da Samsung e confirma Minecraft está chegando ao Oculus.

O CEO do Facebook, Mark Zuckerberg apareceu na conferência de imprensa da Samsung, fazendo uma aparição não anunciada ao palco para falar de realidade virtual e elogiar seu parceiro sul-coreana.

"VR é a próxima plataforma, onde qualquer um pode criar e experimentar tudo o que quiserem", disse Zuckerberg.

Ele acrescentou: "Por que o Facebook está investindo tanto em VR. Isso vai ser a próxima plataforma social. E é por isso que estamos trabalhando com a Samsung."

Zuckerberg disse que a Samsung é a única empresa que pode construir as telas OLED em escala necessárias.

Além disso, Zuckerberg citou algumas novas estatísticas relacionadas ao VR: mais de 1 milhão de horas de vídeo foram vistos em VR. 

Finalmente, Zuckerberg disse que 200 aplicativos de jogos já foram desenvolvidos para Oculus, e que Minecraft estaria vindo para a plataforma VR também.
COMPARTILHE:    Facebook Twitter

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2016

Mark Zuckerberg contratou 16 guarda-costas para protegê-lo em casa

Mark Zuckerberg contratou 16 guarda-costas para protegê-lo em casa

"Todos os CEOs recebem ameaças, e eles levam isso muito a sério."

Jovens bilionários da tecnologia são obrigados a contratar exércitos de guardas após ameaças de usuários insatisfeitos. Fontes disseram ao Page Six que Mark Zuckerberg tem 16 guarda-costas trabalhando em sua casa.  

Ouvimos dizer que 16 pessoas fazem a segurança de Zuckerberg não estão todos em cena, ao mesmo tempo, mas trabalham em turnos diferentes. Mark tem uma casa de 7 milhões de dólares em Palo Alto, Califórnia, mas gastou mais 30 milhões comprando casas vizinhas entre 2012 e 2013 para garantir a sua privacidade.

Mark Zuckerberg contratou 16 guarda-costas para protegê-lo em casa

Desde que se tornou conhecido internacionalmente, Mark Zuckerberg tomou medidas caras para garantir a sua privacidade e da sua família.
COMPARTILHE:    Facebook Twitter

Kanye West pede a Mark Zuckerberg e Larry Page 1 bilhão para financiar suas "ideias"

Kanye West pede a Mark Zuckerberg e Larry Page 1 bilhão para financiar suas "ideias"

Kanye West está em dívida. Não está claro se este é um golpe de publicidade.
O rapper e estilista Kanye West, que diz ter 53 milhões em dívidas, pediu ao CEO Mark Zuckerberg do Facebook para que ele invista 1 bilhão de dólares na suas "ideias".

Alguns usuários do Twitter estenderam a mão para Mark Zuckerberg via Facebook Messenger pedindo-lhe para que ele ajude Kanye West.

West afirma que empresários da tecnologia como Zuckerberg e Larry Page ouvem hip-hop, mas estão mais interessados ​​na abertura de escolas na África do que ajudar pessoas como ele 'celebridades'.

Kanye, certamente, tem gostos extravagantes que exigem somas significativas de dinheiro. Quando ele fez a sua proposta de casamento a Kim Kardashian em outubro de 2013, ele não fez isso em um bistrô local, mas sim em um estádio de beisebol com capacidade para 41.000 pessoas em San Francisco, com a Orquestra Sinfônica de Chicago tocando.

Kanye queimou seu dinheiro e agora quer ajuda!
COMPARTILHE:    Facebook Twitter

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

Mark Zuckerberg sobre os comentários de Marc Andreessen

Mark Zuckerberg diz que os comentários feitos por investidores sobre Facebook e o "colonialismo" na Índia são 'perturbadores'.

O CEO do Facebook, distanciou a empresa dos comentários de Andreessen, que incluíam referências simpáticas ao colonialismo - um assunto altamente preocupante na Índia devido à história do domínio britânico e subsequente luta do país pela independência liderado por Mohandas K. Gandhi.

Os comentários, feitos por Andreessen em seu Twitter, criou uma tempestade de críticas. Andreessen pediu desculpas.

"Quero responder aos comentários de Marc Andreessen sobre a Índia ontem. Eu achei os comentários profundamente perturbadores, e eles não representam a forma como Facebook ou eu agimos", escreveu Zuckerberg em um post em sua página no Facebook.

Andreessen está entre os mais poderosos capitalistas de risco dos EUA e tem estado no conselho do Facebook desde 2008.
COMPARTILHE:    Facebook Twitter

terça-feira, 24 de março de 2015

O que podemos esperar na conferência F8 do Facebook

É uma grande semana para Facebook. A empresa empregados, desenvolvedores e observadores descerá sobre San Francisco para F8, conferência de desenvolvedores do Facebook.

O que podemos esperar na conferência F8 do Facebook

Facebook usa frequentemente F8 para introduzir algumas idéias notáveis ​​e ajustes. O CEO Mark Zuckerberg introduziu o conceito de "gráfico social", em 2007, referindo-se às conexões dos usuários na rede social. Quatro anos depois, o Facebook revelou Timeline, uma cronologia das atividades dos usuários em seu perfil.

Aqui está o que esperar no F8 deste ano. Drones e satélites e lasers, oh meu ...

Enquanto Zuckerberg está programado para abrir F8 na quarta-feira, o Facebook CTO Mike Schroepfer, conhecido por muitos dentro do Facebook simplesmente como "Schroep," vai ancorar o segundo dia com uma discussão em potencial "drones, satélites e lasers." O futuro que isso possa parecer, essas são as mesmas palavras que Zuckerberg tem usado para ocasionalmente descrever Internet.org, o serviço do Facebook, que ele lançou em 2013 com o objetivo de levar o acesso à Internet a preços acessíveis a todo planeta.

No início deste mês, Zuckerberg fortemente ligado ao Internet.org no Mobile World Congress. Disse que o serviço está instalado e funcionando em pelo menos seis países - Colômbia, Índia, Zâmbia, Tanzânia, Quênia e Gana - e já ajudou mais de 7 milhões de pessoas, o Facebook tem planos ambiciosos de trazer Internet.org para 100 países até o final de 2015. Schroepfer pode falar mais sobre como realizar isso.

Transição do Messenger para a plataforma

O Messenger já percorreu um longo caminho desde que o Facebook lançou-o como um aplicativo independente em 2011. Na F8, o Facebook vai provavelmente abrir o Messenger para desenvolvedores de aplicativos externos. Espere a rede social pode anunciar pelo menos 20 serviços de terceiros a bordo ... vamos torcer para isso acontecer.

Um grande impulso para suporte ao desenvolvedor
Com 1.390 bilhão de usuários, o Facebook é mais forte do que nunca. Mas sustentar todo esse crescimento significa mais do que a perfuração mais profunda em mercados emergentes; isso significa angariar interesse de desenvolvedores externos.

Um novo serviço de anúncios para rivalizar com o Twitter?

Analista da Piper Jaffray Gene Munster alega que o Facebook pode revelar um rival para MoPub, o serviço de anúncios para celular que o Twitter pegou 350 milhões em setembro. Em uma nota de pesquisa divulgada no fim de semana, Munster escreveu que o produto do Facebook permitiria que os desenvolvedores móveis pudessem administrar seus negócios a partir de um único local e realizar transações de anúncios em tempo real.

A realidade virtual joga bonito com o Feed de Notícias

O Facebook anunciou na última primavera que iria adquirir Oculus VR, um movimento que intrigou alguns. Bom tudo está só começando e claro não podemos ficar fora disso uma vez que usamos a rede social.
COMPARTILHE:    Facebook Twitter

segunda-feira, 15 de agosto de 2005

Mark Zuckerberg biografia

Mark Zuckerberg nasceu em White Plains, Westchester no estado de Nova York, filho de Karen e Edward. A mãe uma psiquiatra, e de Edward, o pai, um dentista. Mark é o único filho homem de quatro irmãos. Ele e as três irmãs, Randi, Donna e Arielle, foram criadas em Dobbs Ferry, Westchester, em Nova York.

Na escola onde estudava, a Ardsley High School, teve grande destaque em arte e cultura clássicas. Após foi transferido para a Phillips Exeter Academy, onde Zuckerberg ganhou vários prêmios em ciências da astronomia, matemática e física. Nos estudos clássicos, Mark aprendeu a ler e escrever francês, hebraico, latim e grego antigo e ainda pertenceu a equipe de esgrima. Em uma festa promovida por sua fraternidade durante seu segundo ano de faculdade, Zuckerberg conheceu Priscilla Chane e começaram a namorar. Em setembro de 2010, Zuckerberg convidou Chan, que estuda medicina atualmente, para morar em sua casa alugada em Palo Alto, Condado de Santa Clara no estado da Califórnia. Zuckerberg começou então a estudar mandarim chinês. O casal foi visitar a China em dezembro de 2010.

Durante alguns anos Zuckerberg, trabalhou em uma empresa chamada Intelligent Media Group, lá ele construiu um leitor de música chamado Synapse Media Player que usa inteligência artificial para aprender hábitos de escuta do usuário, na qual foi postada no Slashdot. Ele recebeu a classificação de 3 de 5 da PC Magazine. A Microsoft e AOL, na época, tentaram comprar o Synapse e também contratar Zuckerberg, porém, ele preferiu ingressar na Universidade Harvard em setembro de 2002.

Mark, na época, já era considerado um prodígio. Em Harvard ele estudou psicologia e ciência da computação e foi membro da Alpha Epsilon Pi, uma fraternidade judaica. Em seu segundo ano de curso, ele escreveu um programa que chamado CourseMatch, a qual permitia aos usuários tomarem decisões com base na seleção de classe a escolhas dos outros alunos como também ajudá-los a formar grupos de estudo. Após algum tempo, Mark criou um programa bem diferente, no inicio foi chamado de Facemash, o programa permitia aos alunos escolher a pessoa com melhor aparência nas fotos. Conforme informações de uma colega da época, esse programa foi criado inicialmente com um único propósito: diversão.

Ainda conforme informações de uma colega, na universidade haviam livros chamado Face Books, neles estavam incluídos os nomes e fotos de todos que viviam no dormitório estudantil. Inicialmente, ele construiu um site e colocou duas imagens ou fotos de dois homens e duas meninas. Os visitantes do site podiam escolher quem estava "quente" e de acordo com os votos seria formado um ranking.

A criação de Mark estava indo muito bem, fazendo grande sucesso.Portanto, no fim de semana, o colégio desativou o site porque sua grande popularidade tinha sobrecarregado o servidor de Harvard e impedindo que os outros estudantes tivessem acesso a web. Além disso, muitos alunos fizeram reclamações que suas fotos estavam sendo usadas sem permissão. Zuckerberg, pediu desculpas publicamente, e após, o estudante publicou artigos informando que seu site estava "completamente inadequado".

Depois do grande sucesso do site, os alunos solicitaram a universidade que desenvolvesse um site semelhante ao de Mark, que incluíssem fotos e detalhes de contato para fazer parte da rede de informática da faculdade. De acordo com informações, Mark ouviu esses argumentos e decidiu que se a universidade não fizesse, ele iria para um local q ainda melhor do que a universidade para poder construir o site.

Então, em 2004 Mark fundou o Facebook, juntamente com Dustin Moskovitz, Eduardo Saverin e Chris Hughes, quando eram estudantes da Universidade Harvard. No ano de 2010, Zuckerberg foi nomeado pela revista Time como a Pessoa do Ano. O Facebook é a rede social mais conhecida e acessada atualmente. 
COMPARTILHE:    Facebook Twitter