sexta-feira, 10 de novembro de 2017

Macron tenta salvar o acordo nuclear do regime iraniano

Macron tenta salvar o acordo nuclear do regime iraniano

O presidente francês, Emmanuel Macron, quer que Donald Trump apoie o acordo nuclear do Irã ou venha com outra opção. Se não, o regime do Irã acabará colocando as mãos em armas nucleares, diz Macron.

A pressão dos EUA para renegociar o acordo nuclear do Irã poderia levar o regime a decidir construir suas próprias armas nucleares, advertiu o presidente francês, Emmanuel Macron, em uma entrevista publicada na quinta-feira.

"Se você quer acabar com qualquer relação do Irã com a atividade nuclear, você criará uma nova Coreia do Norte", disse Macron à revista Time.

O regime do Irã é muito mais perigoso do que Macron imagina.


COMPARTILHE:

quinta-feira, 9 de novembro de 2017


sexta-feira, 25 de agosto de 2017


segunda-feira, 7 de agosto de 2017

Macron sob fogo

Mais de 160 mil já assinaram pedido online contra a proposta de criar uma posição oficial de primeira-dama para Brigitte Macron.

Mais de 160 mil já assinaram pedido online contra a proposta de criar uma posição oficial de primeira-dama para Brigitte Macron. Petição ocorre em momento de forte queda de popularidade do presidente francês, Emmanuel Macron.


COMPARTILHE:

sábado, 15 de julho de 2017

Trump pode reverter decisão sobre acordo climático

Donald Trump pode reverter decisão sobre acordo climático, diz Emmanuel Macron

O presidente francês, Emmanuel Macron, disse que esperava que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, revertesse sua decisão de retirar os Estados Unidos do acordo climático de Paris, segundo o jornal semanal Le Journal du Dimanche (JDD).

"(Trump) me disse que tentaria encontrar uma solução nos próximos meses", disse Macron ao jornal, referindo-se às reuniões que os dois líderes tiveram nesta semana em Paris.


Falar sobre mudanças climáticas não é uma questão de luxo intelectual - o fenômeno é um fato real ... todos os países industrializados, especialmente os EUA, são responsáveis ​​pela crise do aquecimento global.

COMPARTILHE:

segunda-feira, 12 de junho de 2017

Partido de Macron ganha terreno

Partido de Macron prepara terreno para vitória histórica

O partido do presidente francês, Emmanuel Macron, conseguiu nesse domingo (11), no primeiro turno das eleições legislativas, preparar terreno para conseguir no próximo domingo (18) o que pode ser uma vitória histórica, que lhe permitiria obter ampla maioria na Assembleia Nacional. 


COMPARTILHE:

sábado, 6 de maio de 2017

O que mais Macron esconde?

Captura de tela mostram o nome de Emmanuel Macron no contrato de operação para La Providence LLC.

Em abril, Emannuel Macron negou que estivesse escondendo contas offshore, mesmo quando seu oponente Francois Fillion ficou atolado em alegações semelhantes. Se confirmado como autêntico, os documentos provariam que estas alegações foram falsas e fornecem pistas importantes sobre onde os fundos ocultos podem ser localizados.

É como na política brasileira, mas tudo acontece em outra língua e país. 

COMPARTILHE:

sexta-feira, 5 de maio de 2017

Macron e seus ativos em Nevis

O primeiro documento é um acordo operacional para formar "La Providence LLC", no entanto com o nome e assinatura de Emmanuel Macron

Emmanuel Macron firmou um contrato de operação com uma companhia de responsabilidade limitada (LLC) na ilha de Nevis, mas a empresa pode ter tido uma relação comercial com um banco que já esteve envolvido em casos de evasão fiscal nas Ilhas Cayman. Macron afirmou que não escondia ativos ou mantinha contas secretas.

O primeiro documento é um acordo operacional para formar "La Providence LLC", os documentos tem o nome e assinatura de Emmanuel Macron.

La Providence é o nome da antiga escola secundária de Macron, onde ele conheceu pela primeira vez sua atual esposa.

Um segundo documento é uma carta enviada por La Providence Ltd. ao First Caribbean International Bank, indicando uma relação de negócios com a Macron's LLC.

COMPARTILHE:

sábado, 29 de abril de 2017

Medo do neofascismo mantém Emmanuel Macron à frente de Marine Le Pen

Com uma semana até a votação final, os eleitores franceses enfrentam uma escolha entre o desagradável e o inaceitável.

Candidata de extrema-direita à Presidência da França, Marine Le Pen, da Frente Nacional, cresceu 5 por cento e agora registra 40 por cento das intenções de voto no segundo turno. Le Pen, no entanto, segue 20 pontos porcentuais atrás do adversário Emmanuel Macron, candidato de centro que ganhou nos últimos dias o apoio do atual presidente, o socialista François Hollande.

COMPARTILHE:

domingo, 23 de abril de 2017

Macron e Le Pen seguem na disputa

Macron e Le Pen seguem qualificados para o segundo turno da eleição presidencial francesa, mas duas estimativas não dão a mesma porcentagem.

Quase 47 milhões de franceses foram às urnas neste primeiro turno.

Macron 23,7 por cento e Le Pen 21,7 por cento.

O conservador Francois Fillon e o esquerdista Jean-Luc Melenchon disseram estarem lutando pelo terceiro lugar.

COMPARTILHE: