quinta-feira, 7 de junho de 2018

NASA encontra uma coisa em Marte

Compostos orgânicos são incrivelmente importantes quando se caça vida em outras partes do sistema solar. Toda a vida em nosso planeta é baseada em carbono, então encontrar matéria orgânica em outros lugares poderia sugerir, mas não confirmar, a existência de algum tipo de vida.

Sempre acreditei fielmente na NASA.
COMPARTILHE:    Facebook Twitter

sexta-feira, 27 de outubro de 2017

E se a SpaceX tivesse o orçamento anual da NASA?

Se a SpaceX tivesse o orçamento da NASA, ela poderia contratar o melhor dos melhores e os melhores dos melhores. Mas a NASA está concentrada em vários campos diferentes, com muitos projetos diferentes. SpaceX é dedicada a viagens espaciais, então Marte e Encélado estão presentes, Elon Musk está chegando muito mais cedo do que o esperado!

Bem, com os 20 bilhões de dólares do Musk, a SpaceX poderia contratar um exército dos melhores.
COMPARTILHE:    Facebook Twitter

quinta-feira, 25 de maio de 2017

terça-feira, 13 de dezembro de 2016

Nasa encontra buraco imenso no Sol

Foi justamente um buraco coronal que o Observatório de Dinâmica Solar da Agência Espacial Americana (Nasa) detectou há alguns dias

Normalmente, as ocorrências termofísicas do Sol e suas consequências são de uma magnitude que intriga e confunde cientistas. 

Correntes de vento solar - partículas carregadas expulsas da atmosfera solar - que podem chegar a uma velocidade de 400 km por segundo, o equivalente a 1,5 milhão de km por hora, têm ocorrido em velocidades duas vezes maiores.

Isso se deve aos chamados buracos coronais - fenômeno astronômico que ocorre na coroa (envoltório luminoso) do sol de tempos em tempos - quando os ventos passam a ser muito mais intensos: sua velocidade pode atingir 800 km por segundo.

Foi justamente um buraco coronal que o Observatório de Dinâmica Solar da Agência Espacial Americana (Nasa) detectou há alguns dias.

COMPARTILHE:    Facebook Twitter

domingo, 20 de novembro de 2016

NASA pode voltar a lua

NASA tem lutado por décadas com incerteza estratégica, e não há nada como uma transição partidária na Casa Branca para deixar todos esperançosos

NASA tem lutado por décadas com incerteza estratégica, e não há nada como uma transição partidária na Casa Branca para deixar todos esperançosos.

Neste exato minuto, no entanto, ninguém parece saber o que vai acontecer com a agência espacial da América. A transição de Trump ainda tem que enviar uma delegação à sede da NASA. A equipe de transição da NASA está a postos, e você pode imaginar que as pessoas estão ficando um pouco nervosas. Há prazos a cumprir. Tudo está em um padrão de exploração.

No espírito de especulação promíscuo, vamos flutuar esta noção: A lua está de volta!

COMPARTILHE:    Facebook Twitter

sábado, 10 de setembro de 2016

Notícia importante sobre a Nasa...

Notícia importante sobre a Nasa - MichellHilton.com

A Nasa lançou na quinta-feira, 8, ao espaço a nave Osiris-Rex, que terá a missão inédita - com duração de sete anos - de viajar até um asteroide e trazer amostras de volta à Terra.

A sonda deverá chegar em agosto de 2019 ao primitivo asteroide Bennu, de onde voltará em 2023 com uma quantidade de amostras interestelares maior que qualquer outra missão desde a era Apolo, quando a agência americana enviou homens à Lua.

Com cerca de 500 metros de diâmetro, o asteroide Bennu provavelmente sofreu poucas mudanças desde sua origem e pode ser composto por materiais presentes na época da formação do Sistema Solar. Ao estudá-lo, os cientistas pretendem entender melhor a formação dos planetas e a origem da vida.

O lançamento da Osiris-Rex ocorreu às 20h05 (horário de Brasília) de quinta e, uma hora depois, foram estendidos os painéis solares que já estão fornecendo energia à espaçonave, de acordo com o pesquisador chefe da missão, Dante Lauretta, da Universidade do Arizona em Tucson (EUA).

"Com o sucesso do lançamento, a nave Osiris-Rex embarca em uma jornada de exploração para Bennu. Eu não poderia estar mais orgulhoso da minha equipe que tornou essa missão uma realidade e mal posso esperar para ver o que vamos descobrir em Bennu", disse Lauretta.

Ao chegar em Bennu em 2018, a espaçonave de duas toneladas deverá iniciar uma intrincada dança com o asteroide, mapeando-o por todos os lados durante dois anos, enquanto se prepara para a coleta de amostras.

Em julho de 2020, a nave executará uma manobra delicada, na qual seu braço de 3,3 metros se estenderá para alcançar a superfície do asteroide e, em cinco segundos, coletar pelo menos 60 gramas de pequenas rochas e poeira. A nave voltará à Terra em setembro de 2023, quando será transportada para exames ao Centro Espacial Johnson, da Nasa, em Houston (Estados Unidos).

O asteroide Bennu, descoberto em 1999, é classificado pelos astrônomos como um dos "asteroides potencialmente perigosos", por sua relativa proximidade com a órbita da Terra. Bennu se aproxima da Terra a cada seis anos, mas terá seu encontro mais próximo em 2135, quando nós já não estivermos aqui na Terra.



COMPARTILHE:    Facebook Twitter

quarta-feira, 6 de julho de 2016

Som estranho é capturado por Juno ao aproximar-se de Júpiter

Juno aproximando-se de Júpiter - MichellHilton.com

A sonda Juno entrou esta terça-feira em órbita de Júpiter, após uma manobra de 35 minutos, para uma missão dedicada à recolha de dados acerca das origens, estrutura, magnetosfera e atmosfera do maior planeta do sistema planeta. Os especialistas da Agência Espacial Americana têm, contudo, dados e enigmas para desvendar desde 24 de junho, altura em que o aparelho cruzou o campo magnético de Júpiter e captou um som muito estranho.

À medida que os ventos solares desaceleraram e aqueceram com a aproximação da sonda ao gigante campo magnético de Júpiter foi produzido o ruído agora recolhido pelo aparelho. A impressão sonora deste choque foi captada durante duas horas, o que é impressionante já que a sonda, nessa ocasião, estava a viajar a pouco mais de 240 mil quilômetros por hora, relatou o The Verge.

A magnetosfera jupiteriana , que é considerada a maior estrutura do Sistema Solar, é 20 mil vezes mais forte do que o campo magnético terrestre e está constantemente a ser "bombardeada" por partículas provenientes do Sol, os chamados ventos solares.

Ouça aqui a aproximação da sonda ao gigante gasoso do Sistema Solar:


COMPARTILHE:    Facebook Twitter

quinta-feira, 10 de março de 2016

NASA confirma que tentará lançar InSight em maio de 2018

Uma falha no instrumento de Experimento Sísmico para a Estrutura Interior, forçou a NASA a adiar o lançamento da sonda InSight a Marte.

SIX é um sismógrafo de elevada precisão, pode detectar os movimentos abaixo da micrômetro projetado para medir tremores e outra atividade interna do planeta, a fim de estudar a sua história e estrutura; Também medir o potencial impacto de meteoritos no planeta, que ainda irá recolher mais dados sobre a sua estrutura.

Mas para executar sensores SEIS devem ser de vácuo, e é precisamente a área que contém o que causou o problema, existe um vazamento que impede a operação adequada de ser executada.

Então eles decidiram, em princípio, deixar para 2018, esperando que nestes dois anos eles tenham tempo para corrigir a falha do instrumento.

O atraso do InSight também causou um problema adicional, porque ele pertence a uma classe específica de missões da NASA tem um teto de gastos que não pode ser ultrapassado, e no final de dezembro já havia gasto 525.000.000 milhões do teto de 675.

O objetivo é lançar a missão em 05 de maio de 2018 para pousar em Marte no dia 26 de novembro do mesmo ano.
COMPARTILHE:    Facebook Twitter

quinta-feira, 5 de novembro de 2015

Nasa faz imagens do Sol em alta definição

Nasa faz imagens do Sol em alta definição

Nasa faz imagens do Sol em alta definição. Elas foram captadas pelo Observatório da Dinâmica Solar da Nasa, que monitora a estrela 24 horas por dia desde 2010.

Ele captura imagens da estrela em 10 comprimentos de onda para pesquisar as temperaturas dos diferentes materiais que compõe o Sol.

Cada temperatura mostra estruturas específicas, como explosões de luz e de raios-x e movimentos na coroa solar.


Estudar a estrela mais próxima da Terra é também uma forma de entender outras regiões da galáxia

As imagens podem ser vistas em formato 4k pelo site da Nasa.
COMPARTILHE:    Facebook Twitter

segunda-feira, 28 de setembro de 2015

NASA confirma que há água em Marte em estado líquido

NASA confirma que há água em Marte em estado líquido

NASA confirma (mais uma vez) de que há água em Marte, embora desta vez em um estado líquido.

A água é essencial para a vida como a conhecemos, a NASA diz que encontrou água fora do nosso planeta é isso é uma obsessão da investigação espacial.

A NASA acaba de anunciar que não tem dados para dizer que as linhas de inclinação recorrente que têm sido observadas em numerosas ocasiões em imagens tiradas por sondas que orbitam Marte estão relacionadas com a existência de água líquida no planeta vermelho.

Estas linhas vêm e vão com as estações de Marte são mais fortes quando está mais quente e menos quando está frio, assim que os cientistas já suspeitavam que tinha a ver com a presença de água.

Mas é algo que não havia sido confirmado até agora. No entanto, como você pode ler na matéria "NASA confirma evidências de que a água líquida em Marte".
COMPARTILHE:    Facebook Twitter

quarta-feira, 16 de setembro de 2015

Aliens existem! Escorpião pode ter sido fotografado por robô da Nasa

Escorpião pode ter sido fotografado por robô da Nasa em Marte

Um homem que se declara profissional em estudo de aliens acredita que esta foto prova que há vida em marte escorpião pode ter sido fotografado por robô da Nasa! 

Ele alega dizer que a imagem mostra um gigante escorpião na superfície do planeta vermelho.


O especialista taiwanês Scott C. Waring também acredita que a fotografia mostra uma figura em espécie de cabana que ele observou ter se repetido em outras reproduções. Ele afirma que estas estruturas podem abrigar possíveis marcianos.
"Nós fomos programados para pensar que não existe vida em outros planetas", afirma Waring.
"Nesta foto eu encontrei uma criatura viva, com um exoesqueleto preto, muito semelhante a um besouro do deserto ou um escorpião", continua o especialista em um site que discute a existência de vida no espaço.
COMPARTILHE:    Facebook Twitter

sexta-feira, 7 de agosto de 2015

NASA quer parar de usar as cápsulas russas para chegar ao espaço

NASA quer parar de usar as cápsulas russas para chegar ao espaço

NASA falando ao Congresso: Que quer parar de usar as cápsulas russas para chegar ao espaço? 

Vamos trabalhar. "A maior nação da Terra não deve ser dependente dos outros para lançar seres humanos no espaço", escreveu o administrador da NASA, em uma carta aos legisladores.

A NASA diz, que estão prestes a jogar ainda mais dinheiro no Kremlin porque o Congresso está a atrasar um programa destinado a substituir o ônibus espacial. 

Em uma carta aos legisladores quarta-feira, o administrador da NASA Charles Bolden disse que sua agência está estendendo um contrato com o governo russo no valor de 490,000,000. O contrato paga o transporte de tripulação e suprimentos para a Estação Espacial Internacional, entre outras missões.
COMPARTILHE:    Facebook Twitter

quinta-feira, 6 de agosto de 2015

Nasa lança site que permite navegar robô Curiosity em mapa 3D

Nasa lança site que permite navegar robô Curiosity em mapa 3D

Nasa lança site que permite navegar robô Curiosity em mapa 3D de Marte.

O pouso do robô Curiosity em Marte completa três anos nesta quinta-feira (6) e, para comemorar, a Nasa lança duas ferramentas online que permitem a qualquer um explorar o Planeta Vermelho. Uma delas, a Experience Curiosity, tem uma interface 3D com “cara” de game que permite ao usuário guiar o robô por um modelo realista do planeta.

O programa simula o terreno de Marte com base nos dados atuais do Curitosity e do satélite Mars Reconnaissance Orbiter (MRO). Nele é possível explorar ferramentas do Curiosity e ver Marte através de suas câmeras.

O robô Curiosity pousou em Marte no dia 6 de agosto de 2012, após uma viagem de 567 milhões de quilômetros e quase nove meses. A exploração do robô em Marte constatou, entre outras coisas, emissões de metano, nitrogênio fixado em sedimentos e evidências de água líquida. Os cientistas buscam saber se o planeta reunião condições favoráveis para a possibilidade de vida no planeta no passado.

O aplicativo tem ferramentas para medir as características da superfície do planeta e permite imprimir o mapa em impressoras 3D para um modelo físico do planeta. Astrônomos, amantes da ciência e estudantes podem tirar proveito da ferramenta, sugere a Nasa.
COMPARTILHE:    Facebook Twitter

quinta-feira, 23 de julho de 2015

NASA encontra, primo mais velho da Terra

NASA encontra, primo mais velho da Terra

A NASA disse nesta quinta-feira que a sua nave espacial Kepler detectou "o maior primo da Terra, e mais velhos".

O planeta pode ser encontrado na zona habitável de uma estrela similar ao nosso. Embora a NASA não possa dizer com certeza se o planeta é rochoso como o nosso ou tem água e ar, é a maior das descobertas encontradas ate hoje.

"Hoje, a Terra é um pouco menos solitária", disse Jon Jenkins o pesquisador da Kepler.

O planeta, Kepler-452b, é de cerca de 1.400 anos-luz da Terra, na constelação Cygnus. É cerca de 60% maior que a Terra, disse a NASA, e está localizado na zona habitável de sua estrela - a região onde é possível ter água líquida que sustenta a vida na superfície de um planeta.
COMPARTILHE:    Facebook Twitter

segunda-feira, 13 de julho de 2015

Plutão é maior do que o previsto sonda da Nasa diz

Plutão é maior do que o previsto sonda da Nasa diz

Sonda da Nasa descobre que Plutão é maior do que o previsto. Plutão tem diâmetro de 2.370km, cerca de 80km a mais do que se pensava.

Plutão sempre surpreende. Cientistas descobriram que o planeta anão é maior do que se previa, à medida que a espaçonave New Horizons, da Nasa, se aproxima para um voo rente na terça-feira, após uma jornada de quase uma década.

A sonda, que funciona com energia nuclear, estava em posição para passar no centro de uma zona-alvo de 97 a 145 quilômetros entre as órbitas de Plutão e sua lua principal, Charon, na manhã de terça-feira, disseram gerentes do controle da missão New Horizons, no Laboratório de Física Aplicada da Universidade Johns Hopkins, nos arredores de Baltimore.

Após uma jornada de quase 5 bilhões de quilômetros, traçar essa trajetória é como um jogador de golfe em Nova York acertar com uma tacada um buraco em Los Angels, disse o gerente do projeto, Glen Fountain, a repórteres.

Durante a passagem por Plutão e suas cinco luas, que deve durar 30 minutos, a New Horizons realizará uma série cuidadosamente coreografada de manobras para posicionar suas câmeras e instrumentos para centenas de observações.

Cientistas já descobriram que Plutão, antes considerado o nono e mais distante planeta do Sistema Solar, é maior do que se pensava, com um diâmetro de cerca de 2.370 quilômetros, cerca de 80 quilômetros a mais do que previsões anteriores.

Plutão agora é oficialmente maior do que Eris, um dos centenas de milhares de miniplanetas e objetos parecidos com cometas que circulam a região além de Netuno chamada de Cinturão de Kuiper. A descoberta desta região, em 1992, levou a uma reclassificação oficial de Plutão, que passou a ser chamado de "planeta anão".

E tamanho é documento, mesmo para planetas anões. Ser um pouco maior significa que Plutão consiste significativamente de mais gelo e um pouco menos de água do que o previsto, um detalhe importante para cientistas determinarem a história de como ele e o resto do Sistema Solar foram formados.

"O sistema de Plutão é um remanescente fóssil das origens de nosso Sistema Solar", disse o cientista-chefe da Nasa, John Grunsfeld. "Vamos aprender mais sobre isso."
COMPARTILHE:    Facebook Twitter

domingo, 28 de junho de 2015

Falcon 9 sofre anomalia em terceira tentativa fracassada

Falcon 9 sofre anomalia em terceira tentativa fracassada

O foguete reutilizável da SpaceX, o Falcon 9, no domingo, sofreu seu terceiro falha, a tentativa de se lançar para o espaço exterior e voltar a pousar em um navio não deu certo.

Nove motores Merlin do Falcon 9 inflamaram, passou por pressão máxima dinâmica e ficou supersônico antes do foguete explodir, um porta-voz da SpaceX disse durante um webcast ao vivo.

"Houve algum tipo de anomalia durante a primeira etapa de voo", o porta-voz da SpaceX disse, afirmando também que engenheiros da SpaceX vai rever os dados.

SpaceX, de propriedade de Elon Musk, lançou o Falcon 9 em 10:21. O principal objetivo da missão era entregar uma cápsula SpaceX Dragão para a Estação Espacial Internacional como parte de um contrato de 1,6 bilhões dólares com a NASA.

A cápsula Dragon foi preenchido com toneladas para dois anos e meio.
COMPARTILHE:    Facebook Twitter

segunda-feira, 25 de maio de 2015

Xkcd um dos melhores sites web clássicos da internet

Xkcd um melhores sites web clássicos da internet

Agora sabemos o que esperar de uma história em quadrinhos de um cara que costumava trabalhar na NASA.

Gravações com figuras em varas e arte avançada, mesmo poética, pensando em tudo, de matemática até o amor para a política à cultura pop. Xkcd de Randall Monroe, em apenas três anos, se tornou o webcomic. Mas mesmo se você nunca usou uma linha de comando, você ainda vai desfrutar.

Visitas estimadas por dia: 3.182.000 visitas/dia
Visitas estimadas por mês: 95.460.000 visitas/mês
Visitas estimadas por ano: 1.145.520.000 visitas/ano
Pageviews estimados por dia: 15.909.581 pageviews/dia
Pageviews estimado por mês: 477.287.430 pageviews/mês
Pageviews estimadas por ano: 5.727.449.160 pageviews/ano

Quanto faz este site?

Receita potencial por dia: 47.727 dólares/dia
Potencial de receita por mês: Um pouco mais de milhão de dólares/mês
Potencial de receita por ano: Um pouco mais de 17 milhões de dólares americanos/ano

Valor do site: 607.000.000 milhões de dólares.
COMPARTILHE:    Facebook Twitter

segunda-feira, 13 de abril de 2015

Nasa reacende esperança de achar água em Marte

A exploração de Marte pelo veículo robótico Curiosity da Nasa reacendeu as esperanças de que exista água perto da superfície do planeta vermelho.

Nasa reacende esperança de achar água em Marte

Os indícios consistem na presença de perclorato de cálcio no solo marciano, explicaram os astrofísicos. Este tipo de sal altamente absorvente diminui o ponto de congelamento da água, o que lhe permite permanecer em estado líquido, de acordo com o estudo publicado na revista Nature.

"Quando a noite cai, parte do vapor d'água na atmosfera se condensa na superfície marciana como geada", explicou o pesquisador do Insituto Niels Bohr, da Universidade de Copenhague Morten Bo Madsen, co-autor do artigo.

"No entanto, o perclorato de cálcio é muito absorvente e quando combinado com água reduz seu congelamento e a geada pode novamente virar líquido", prosseguiu. "O solo é poroso, e o que estamos vendo é que a água pode se infiltrar até embaixo", afirmou.

O Curiosity também enviou imagens de sua turnê pela área do Monte Afiado mostrando aparentemente sedimentos depositados num passado distante por algum curso de água. Se confirmada, a cratera no sopé do Monte Sharp poderá ter sido um lago.

No mês passado, a Nasa informou que quase metade do hemisfério norte de Marte já foi em algum momento um oceano, alcançando profundidades superiores aos 1600 metros. No entanto, 87% do líquido capaz de promover o aparecimento da vida foi perdido no espaço.

Uma teoria é que Marte tenha perdido seu campo magnético que protegia sua superfície do bombardeio por partículas de alta energia enviadas pelo sol. Na ausência desse escudo, esta hipótese sugere que os prótons tenham simplesmente destruído a atmosfera lentamente.

Ainda que a presença de água perto da superfície marciana seja descoberta, as condições são tão hostis que a vida seria impossível, afirmam os pesquisadores.

"É muito seco, muito frio e a radiação cósmica é tão poderosa que penetra pelo menos um metro abaixo da superfície e mata toda a vida, pelo menos como a conhecemos na Terra", informou a universidade.

O veículo robótico Curiosity, que custou 2,5 bilhões de dólares à Nasa, pousou no planeta vermelho em agosto de 2012 com o objetivo de explorar o terreno e procurar sinais que permitirão descobrir se houve ou não vida em Marte.
COMPARTILHE:    Facebook Twitter

segunda-feira, 2 de março de 2015

NASA lança novas fotos que mostram luzes estranhas no planeta anão!

A sonda da NASA que está se aproximando de planeta anão Ceres voltou novas imagens que mostram as misteriosas luzes que têm feito cientistas coçando suas cabeças.

NASA lança novas fotos que mostram luzes estranhas no planeta anão!

As imagens, divulgadas na forma de um GIF no site para Jet Propulsion Laboratory da NASA, mostra, pelo menos, duas estranhas luzes brilhando como Ceres. Eles foram retirados de cerca de 25.000 quilômetros de distância pela sonda Dawn da NASA, em sua abordagem para orbitar em torno de Ceres. 

Em 6 de março, Amanhecer vai fazer história como a primeira missão para visitar com sucesso um planeta anão quando ele finalmente entra em órbita em torno de Ceres.

"Dawn está prestes a fazer história", disse Robert Mase, gerente de projeto para a missão, em um comunicado lançado juntamente com as imagens na segunda-feira. "Nossa equipe está pronta e ansiosa para descobrir o que Ceres tem reservado para nós."

NASA lança novas fotos que mostram luzes estranhas no planeta anão!

O planeta anão foi descoberto pelo astrônomo siciliano Giuseppe Piazzi Pai em 1801. Desde então, tem sido classificado como um planeta, então um astroid, e, finalmente, em 2006, foi nomeado um "planeta anão" ao lado de Plutão, Haumea, Makemake e Eris.

Os cientistas esperam que a missão Amanhecer vai ajudar a saber mais sobre a origem do Sistema Solar.

"Tanto Vesta", um asteróide ", e Ceres estavam em seu caminho para se tornar planetas, mas seu desenvolvimento foi interrompido pela gravidade de Júpiter", disse Carol Raymond, vice projeto cientista do JPL, em comunicado. "Esses dois corpos são como fósseis do amanhecer do Sistema Solar, e lançar luz sobre suas origens."
COMPARTILHE:    Facebook Twitter

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

NASA: Astronautas honraram Leonard Nimoy

Vá corajosamente: Astronautas honraram Leonard Nimoy

Leonard Nimoy, que morreu na sexta-feira aos 83 anos, inspirou gerações de astronautas graças a sua interpretação de Mr. Spock em Star Trek sobre a USS Enterprise.

E Nimoy foi o centro da linha de frente, quando a NASA lançou o verdadeiro salto no espaço em 1976, apoiado por DeForest Kelley, o ator que interpretou o Dr. "Bones" McCoy em Star Trek, George Takei (Sulu Mr.); James Doohan (engenheiro-chefe Montgomery "Scotty" Scott), e um grupo de administradores da NASA.


Astronautas e agências espaciais no Twitter compartilharam lembranças do homem que interpretou Spock com a notícia de sua morte quebrada na sexta-feira à tarde.

Veja alguns dos seus tributos, abaixo.

Leonard, você viveu muito e prosperou, e foram uma inspiração para mim e para milhões de pessoas. Descanse em paz. - Chris Hadfield

Assim muitos de nós na NASA foram inspirados por Star Trek. Audaciosamente ir ... http: //go.nasa.gov/10F4Ci0 - NASA

Virgin Galactic: Uma empresa de viagens espaciais que tem como objetivo enviar astronautas aspirantes para o espaço.

Ele foi, e sempre será, um amigo para todos nós. Obrigado, @TheRealNimoy por nos lembrar que todos possam viver por muito tempo e prosperar. - Virgin Galactic
COMPARTILHE:    Facebook Twitter