terça-feira, 19 de fevereiro de 2019

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2019

domingo, 17 de fevereiro de 2019

Por que o Mossad tem uma reputação tão assustadora?

Bem, o Mossad é temível por boas razões, aqui está uma lista bastante parcial das operações conhecidas do Mossad (e diz-se que os conhecidos não consistem nem mesmo em 1 por cento de suas atividades reais):

No início dos anos 50, quando o Mossad tinha apenas alguns anos e quase ninguém fora de Israel sequer tinha ouvido falar sobre a agência, eles capturaram uma cópia do discurso de Nikita Khrushchev denunciando Joseph Stalin (antes de Khrushchev fazer o discurso). O Mossad passou para os Estados Unidos, que publicou o discurso, constrangendo a URSS.

Capturar esse papel significava que o Mossad penetrava com sucesso nos mais altos escalões da liderança soviética, uma conquista que até mesmo as maiores, mais veteranas, mais bem financiadas e mais experientes agências de espionagem não conseguiram fazer.

Em seguida, o Mossad abateu (e em um alguns casos sequestrou) criminosos nazistas na Argentina, Brasil, Uruguai e outros lugares da América Latina, provando que a jovem agência já tem olhos em vários lugares do mundo e capacidade de operar globalmente.

Mais tarde, o Mossad enviou uma equipe para sequestrar Mordechai Vanunu, um técnico nuclear israelense que fugiu de Israel para o Reino Unido e revelou segredos nucleares. Uma operadora atraiu Vanunu para Roma, onde agentes do Mossad o drogaram e o levaram para Israel, onde ele foi julgado por traição.

Em 2001, meses antes dos ataques de 11 de setembro, o Mossad forneceu à CIA uma lista de 19 terroristas que viviam nos EUA e advertiu que eles pareciam estar planejando realizar um ataque em um futuro próximo. A lista incluía a maioria dos nomes dos sequestradores do 11 de setembro, no entanto, as autoridades dos EUA não conseguiram agir.

O Mossad estabeleceu uma estância de mergulho no Sudão, um país inimigo de Israel, o resort de mergulho era totalmente administrado por espiões do Mossad. Todos os gerentes, instrutores de mergulho, funcionários do hotel e do restaurante eram agentes do Mossad. O resort foi um enorme sucesso, com milhares de turistas vindo para as férias de mergulho. O resort foi até escolhido pelo Times como o melhor resort do mundo. Ele serviu ao Mossad por quase 10 anos para realizar suas operações na África Oriental.

O Mossad provavelmente revelou um acidente nuclear na Coreia do Norte e uma cooperação entre a Coreia do Norte e a Síria.

Em 2013, o Mossad assassinou o ex-general Anatoly Kuntsevich, um dos homens por trás de 'novichok', que tentou vender seus conhecimentos sobre armas químicas para os sírios, ele morreu durante um voo de Moscou para Aleppo.

No entanto, as jóias da coroa são operações do Mossad no Irã e contra o Irã (desde o início de 2000), incluindo o assassinato de muitos cientistas nucleares iranianos.


sexta-feira, 15 de fevereiro de 2019

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2019

terça-feira, 12 de fevereiro de 2019

El Chapo terminará sua vida na "prisão"

El Chapo, Michell Hilton

El Chapo, o mestre das fugas, deve pegar prisão perpétua após ser considerado culpado de 10 acusações, que incluem envolvimento em empreendimento criminoso contínuo, conspiração para lavar dinheiro obtido de narcóticos, distribuição internacional de cocaína, heroína, maconha e outras drogas, e uso de armas de fogo.


Ninguém investe na incerteza, diz CEO da Siemens

O CEO da Siemens diz que o Reino Unido, que deve deixar a União Europeia, deve fornecer clareza sobre o comércio ou arriscar novas quedas no investimento.

"Ninguém põe dinheiro na incerteza. Não é assim que funciona", disse Joe Kaeser.


segunda-feira, 11 de fevereiro de 2019

Ricardo Boechat morre aos 66 anos

Ricardo Boechat, um dos grandes jornalistas do Brasil, morre durante queda do helicóptero.

Ricardo Boechat, um dos grandes jornalistas do Brasil, morre durante queda do helicóptero.

Boechat era apresentador do Jornal da Band, da rádio BandNews FM e colunista da revista IstoÉ. Ele também trabalhou nos jornais “O Globo”, “O Dia”, “O Estado de S. Paulo” e “Jornal do Brasil” e foi comentarista no Bom Dia Brasil, da TV Globo. Ele ganhou três vezes o Prêmio Esso, um dos principais do jornalismo brasileiro.


sexta-feira, 8 de fevereiro de 2019

quinta-feira, 7 de fevereiro de 2019

Jeff Bezos acusa o National Enquirer de extorsão

Jeff Bezos alega que um advogado do National Enquirer, o tabloide mais sensacionalista depois do Bild, enviou um e-mail a seu advogado ameaçando publicar fotos comprometedoras que ele havia enviada para sua amante.


Em um post publicado nesta quinta-feira (07), Bezos acusou a AMI, editora do National Enquirer, de chantagem e extorsão, alegando que a AMI pediu a ele para negar publicamente qualquer motivação política na cobertura do seu divórcio.

Pobre Jeff!


quarta-feira, 6 de fevereiro de 2019

Jeff Bezos quer saber quem o traiu

Quando o National Enquirer publicou as mensagens de texto explícitas entre o fundador da Amazon, Jeff Bezos, e sua bela amante, o homem mais rico do mundo deixou claro que queria descobrir como o tabloide conseguiu suas comunicações privadas.

O The New York Post afirma que teria sido alguém próximo de Bezos.


terça-feira, 5 de fevereiro de 2019

O fim de Nicolás Maduro pode estar próximo

Uma coalizão de países está pedindo aos militares venezuelanos que cortem os laços com o ditador Nicolás Maduro, que se recusa a deixar o poder.

As tensões estão chegando ao ponto de ebulição, com o país rico em petróleo, mas pobre em dinheiro, passando por uma crise humanitária.

As principais potências mundiais, incluindo os EUA, reconheceram publicamente o líder da oposição Juan Guaidó como o presidente interino legítimo da Venezuela.


segunda-feira, 4 de fevereiro de 2019

Com a graça do povo, o lucro líquido do Itaú só cresce

Itaú, o banco mais justo e honesto do planeta, informou nesta segunda-feira (4) que encerrou "glorioso" ano de 2018 com lucro líquido de 25 bilhões de reais, um crescimento de 4,2 por cento na comparação com o ano anterior (23,965 bilhões de reais).

Imagine se o Brasil não tivesse mais de 12 milhões de desempregados.


sábado, 2 de fevereiro de 2019

O regime iraniano testou um novo míssil de cruzeiro

Com um alcance de 1300 km, o Hoveizeh, que teve o lançamento transmitido pela televisão estatal, é capaz de atingir Israel, a Arábia Saudita e os Emirados Árabes Unidos.

Acontece que o presidente dos EUA, Donald Trump, tinha razão. O regime do Irã continua sendo uma ameaça não apenas aos EUA e seus aliados, mas também à ordem global.