quarta-feira, 9 de agosto de 2017

sábado, 22 de outubro de 2016

Michell Hilton, Blog MichellHilton, tecnologia, notícias, mercado, mercado financeiro, economia, blog, noticias, noticias de tecnologia

Acidente de helicóptero na Sibéria mata 19

Um helicóptero russo caiu no noroeste da Sibéria, matando pelo menos 19 pessoas, segundo as autoridades locais.

Um helicóptero russo caiu no noroeste da Sibéria, matando pelo menos 19 pessoas, segundo as autoridades locais.

Vladimir Putin expressou suas condolências aos familiares das vítimas, de acordo com seu porta-voz.

O helicóptero "caiu do lado direito e as vítimas não puderam sair", disse um porta-voz militar.

Três sobreviventes foram levados para o hospital, mas nevoeiro e má visibilidade impediram as operações de busca e salvamento, de acordo com autoridades.

MANCHETE SOBRE O ASSUNTO: Helicopter crash in Siberia kills 19

COMPARTILHE:

terça-feira, 14 de abril de 2015

Michell Hilton, Blog MichellHilton, tecnologia, notícias, mercado, mercado financeiro, economia, blog, noticias, noticias de tecnologia

Incêndios no sul da Sibéria chegam à China

Incêndios que afetam desde o fim de semana o Cacássia, no sul da Sibéria.

Incêndios no sul da Sibéria chegam à China

Os incêndios, ultrapassaram a fronteira e atingiram a região da Mongólia Interior, na China, informaram nesta terça-feira (14) bombeiros citados pela agência oficial "Xinhua".

O fogo chegou ao território chinês no final da noite e já causou danos na cidade de Ergun, no nordeste da Mongólia Interior, onde mais de 30 casas, 55 estábulos e vários carros foram destruídos pelas chamas, afetando cerca de 50 famílias.

As autoridades chinesas calculam perdas econômicas iniciais em US$ 3,2 milhões. Mais de 600 bombeiros trabalham para tentar conter o fogo.

Segundo o Ministério do Interior da Rússia, os incêndios, já praticamente controlados no país, destruíram 1.500 casas, afetando pelo menos 40 localidades e deixando mais de 5 mil pessoas, entre elas mil crianças, desabrigadas.

O fogo começou depois de queimadas irregulares. Os fortes ventos ajudaram na forte propagação das chamas, dificultando os trabalhos dos bombeiros russos.

COMPARTILHE: