sexta-feira, 15 de março de 2019

Os primeiros sinais de que a Theranos era uma falha

Embora sua ideia fosse muito difícil de concretizar, Elizabeth Holmes, CEO da Theranos, queria revolucionar a indústria de testes de sangue, mas a coisa toda saiu errada.

Dito isto, quero mostrar-lhes os 5 primeiros sinais de que a Theranos era uma falha. 

1. Elizabeth Holmes abandonou a Universidade de Stanford. Ela não tinha formação médica ou formação em ciências além de alguns cursos básicos.

2. Ao construir sua empresa, Elizabeth Holmes nunca contratou profissionais de ciências ou médicos para fazer parte de sua diretoria.

3. Todos os investidores da empresa sabiam muito pouco ou nada sobre sua tecnologia, ciência médica ou algum conhecimento de ciências.

4. Qualquer um que confrontasse Elizabeth Holmes era imediatamente demitido.

5. Quase tudo, incluindo resultados médicos e dados reais, foi mantido oculto.

Holmes, que se aprisionou em mentiras, fez falsas promessas e alegações enganosas.

Ela também mostrou sinais de transtorno de personalidade.

Elizabeth era carismática e inteligente, mas também uma mentirosa compulsiva e demonstrava falta de empatia pelas vidas que corriam perigo (segundo pesquisas).

Ela jogou um jogo muito arriscado e pensou que poderia se safar.

COMPARTILHE:

quinta-feira, 14 de março de 2019

Documentário faz Theranos voltar às manchetes

Documentário da HBO mostra a história da Theranos, que pretendia revolucionar a forma como os exames de sangue eram feitos, mas afundou em denúncias de fraude.

Documentário da HBO sobre a Theranos é um retrato friamente assustador de Elizabeth Holmes, que conseguiu enganar o Vale do Silício com uma startup revolucionária (avaliada em 9 bilhões de dólares), mas que era uma completa fraude.

VEJA TAMBÉM: Elizabeth Holmes pode passar 20 anos na prisão

O documentário de duas horas traz entrevistas com antigos funcionários da Theranos e os jornalistas que estiveram entre os primeiros a cobrir o escândalo.

Empresas de biotecnologia não são brincadeira, mas a fundadora da desonrada empresa de testes de sangue Theranos pensava diferente.

COMPARTILHE:

quarta-feira, 5 de setembro de 2018


sexta-feira, 15 de junho de 2018

Elizabeth Holmes pode passar 20 anos na prisão

Elizabeth Holmes, CEO da empresa menos favorita de toda a história da humanidade, pode passar 20 anos na prisão.

A punição parece pesada, mas o mesmo acontece com a alegada natureza do seu crime - potencialmente colocando em risco a vida das pessoas com resultados imprecisos de exames de sangue.

Denúncias alegam que líderes da empresa de exames de sangue (Theranos) enganaram investidores, médicos e pacientes com o método revolucionário, mas que na verdade era falso.

COMPARTILHE: