sexta-feira, 16 de fevereiro de 2018

terça-feira, 19 de setembro de 2017

quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

Um terremoto de magnitude 7.7 atingiu as Ilhas Salomão na madrugada de sexta-feira (9, horário local)

Um terremoto de magnitude 7.7 atingiu as Ilhas Salomão na madrugada de sexta-feira (9, horário local). O Centro de Alertas de Tsunami do Pacífico anunciou que há risco de tsunamis na região em um período de três horas após o tremor, registrado às 2h38 (15h38 de quinta no horário de Brasília).

O alerta se estende até o Havaí.





segunda-feira, 21 de novembro de 2016

Um tremor de magnitude 7,3 com epicentro no mar atingiu o Japão às 5h59 desta terça-feira (22), pela hora local, segundo a Agência Meteorológica Japonesa

Um tremor de magnitude 7,3 com epicentro no mar atingiu o Japão às 5h59 desta terça-feira (22), pela hora local, segundo a Agência Meteorológica Japonesa. O Serviço Geológico dos EUA informou também inicialmente que a magnitude foi de 7,3, mas em seguida a revisou para 6,9. As autoridades fizeram um alerta de tsunami para a Prefeitura de Fukushima, com possibilidade de ondas de 1 a 3 metros. A rede NHK disse que a usina nuclear de Fukushima foi inspecionada e não foi constatada nenhuma anormalidade.

O alerta de tsunami ainda está em vigor para a costa nordeste do Japão.

Mais de 1.000 terremotos são registrados anualmente no Japão - embora poucos coincidem com as magnitudes registrados hoje, o país é um dos mais propensos a terremoto na terra.

Houve uma onda inicial de cerca de 1 metro nos reatores centrais da usina nuclear de Fukushima, no entanto, a segunda onda não era alta o suficiente para ser medida em altura.





domingo, 20 de novembro de 2016

Tremor ocorreu a 290 km da capital chilena de Santiago

Um tremor de terra de 6,4 graus na escala Richter atingiu a Argentina neste domingo (20), informou o Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS). De acordo com a agência Reuters, o terremoto ocorreu na parte ocidental da Argentina e próximo ao país vizinho Chile.

Tremor ocorreu a 290 km da capital chilena de Santiago.





domingo, 13 de novembro de 2016

Um terremoto e uma série de tremores secundários poderosos sacudiram a Nova Zelândia no início da segunda-feira, matando pelo menos duas pessoas e provocando um alerta de tsunami que fez milhares fugirem para lugares mais altos

Um terremoto e uma série de tremores secundários poderosos sacudiram a Nova Zelândia no início da segunda-feira, matando pelo menos duas pessoas e provocando um alerta de tsunami que fez milhares fugirem para lugares mais altos.

Equipes de emergência foram enviadas de helicóptero para a região no epicentro do terremoto de magnitude 7,8, cerca de 91 km ao nordeste de Christchurch.





Um terremoto de magnitude 7,8 atingiu o nordeste de Christchurch, Nova Zelândia, levando a atividade de tsunami, disseram autoridades neste domingo

Um terremoto de magnitude 7,8 atingiu o nordeste de Christchurch, Nova Zelândia, levando a atividade de tsunami, disseram autoridades neste domingo.

O terremoto causou danos a edifícios fazendo as autoridades alertarem as pessoas ao longo da costa para se deslocarem para terras mais altas para evitar as ondas do tsunami.

O âmbito dos danos e o tamanho das ondas do tsunami ainda não são claras.

O Ministério da Defesa Civil da Nova Zelândia advertiu que as primeiras ondas do tusnami poderiam não ser as piores, e que a atividade tsunami poderia continuar por várias horas.

Caramba, isso é assustador.

MANCHETE SOBRE O ASSUNTO: Forte terremoto atinge a Nova Zelândia




quarta-feira, 24 de agosto de 2016

Terremoto atinge a Itália - MichellHilton.com

Dezenas podem ter morrido após terremoto 6.2 ter atingido a Itália.

Pelo menos 37 pessoas morreram e dezenas de outras estão desaparecidas após um terremoto de magnitude 6,2 e uma série de tremores secundários ter atingido várias cidades na região central da Itália, de acordo com agência de proteção civil da Itália.

O número de mortos subiu na manhã quando salvadores procuravam pessoas presas nos escombros. As cidades mais atingidas foram Amatrice e Accumoli perto de Rieti, cerca de 80 milhas a nordeste de Roma. 

A polícia perto da cidade de Ascoli disse que podia ouvir gritos de socorro dos escombros, mas falta o equipamento pesado para movimentar as pedras, de acordo com o rádio RAI.

"Metade da cidade já não existe mais", Sergio Perozzi, prefeito de Amatrice, disse a RAI-TV.

Eu não acho que estamos mesmo remotamente perto de uma guerra mundial ou até mesmo caminhando nessa direção, mas você temos que admitir este ano tem sido muito difícil.




sábado, 6 de fevereiro de 2016

Sobe para 14 o número de mortos em terremoto no Taiwan

Um forte terremoto de 6,4 graus na escala Richter sacudiu neste sábado a cidade de Tainan, no sul de Taiwan, deixando pelo menos 14 mortos, 484 feridos (mais de 20 com gravidade) e mais de 150 desaparecidos, segundo dados do Serviço Nacional de Emergências e do Corpo de Bombeiros.

A maioria das vítimas que morreram, incluindo uma menina que havia nascido apenas dez dias atrás, estava no edifício Weiguan Jinlong, na cidade de Tainan, sob cujos escombros podem estar soterrados alguns dos 153 desaparecidos, como suspeitam seus parentes e amigos.

Enquanto isso, continuam as tarefas das equipes de resgate, dificultadas pela falta de luz natural ao anoitecer, pelo frio e o perigo de explosões. Paralelamente, equipes de ajuda do governo e várias ONGs socorrem e alimentam sobreviventes.

No epicentro do acidente se alternavam cenas de alegria - como a de uma mulher que presenciou o resgate de seu marido - e as de angústia, como o caso de uma mãe que foi retirada dos escombros sem seus dois filhos, e que por isso implorava para eçla mesma ir em sua busca.

Outro caso que chamou a atenção foi o resgate de dois meninos graças ao miado de seu gato, o que alertou os bombeiros.

A descoberta de latas usadas de óleo de cozinha e cheias de um líquido não identificado nas estruturas do edifício Weiguan, ao invés de cimento, despertou dúvidas sobre a solidez da construção, afirmou a televisão local "NEXTTV".

O panorama em Tainan é devastador, com edifícios derrubados, outros com andares destruídos e alguns inclinados e danificados em seus alicerces. Devido ao vazamento de gás, o fornecimento de energia elétrica foi cortado para evitar explosões e um posto de combustíveis da região desses edifícios foi fechado.

Vários automóveis e motos ficaram esmagados sob os edifícios, e um campo de golfe local sofreu grandes rachaduras, algumas de mais de dois metros de profundidade.

O trem de alta velocidade que liga o sul ao norte da ilha interrompeu seus serviços, em um dia no qual muitos taiuaneses que vivem no populoso norte vão ao sul para comemorar, na noite de domingo, com seus familiares, a chegada do Ano Novo Lunar.

Os moradores afetados por desmoronamentos perderam quase todos os seus pertences, e em um dos edifícios, onde havia uma agência bancária, ficaram debaixo da terra 30 milhões de dólares taiuaneses em espécie (aproximadamente US$ 1 milhão).

O presidente taiuanês, Ma Ying-jeou, e o primeiro-ministro, Chang San-cheng, foram a Tainan para acompanhar de perto as operações de resgate e salvamento, além de mostrar solidariedade às vítimas.

Os sismólogos taiuaneses advertiram que ainda são esperados outros tremores de mais de seis graus na ilha neste ano, sem descartar que isto ocorra nas próximas semanas.

"Como a energia média anual dos terremotos de mais de seis graus equivale a seis bombas atômicas e hoje foram liberadas o equivalente a duas, ainda são prováveis mais abalos fortes neste ano", disse hoje à imprensa o diretor de Sismologia do Serviço Meteorológico do país, Kuo Kai-Wen.

O terremoto de magnitude 6,4 teve seu epicentro a 16,7 quilômetros de profundidade na cidade de Meinung, ao sul de Taiwan, e sacudiu o sul da ilha às 3h57 de sábado (hora local; 17h37 de sexta-feira em Brasília), segundo o Serviço Meteorológico Central.

Muitos dos moradores do centro e do sul de Taiwan disseram que os tremores lhes lembraram o terremoto de 7,3 graus na escala Richter que em 21 de setembro de 1999 causou mais de 2.400 mortes na ilha.




sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016

Terremoto de magnitude 6,4 no sul de Taiwan

Duas pessoas ficaram supostamente feridas por queda de detritos, mas um número oficial de vítimas ainda não foi divulgado. Funcionários do governo local confirmaram que vários edifícios ruíram parcialmente, em uma cidade de dois milhões de pessoas. Um desses edifícios é um complexo residencial, de acordo com Taiwan Libety Times, e Taiwan TV que acredita ter centenas de pessoas presas dentro do edifício.

Os relatórios indicam que 30 pessoas foram resgatados de um prédio de sete andares.

Terremoto de magnitude 6,4 no sul de Taiwan





sexta-feira, 20 de novembro de 2015

Seu telefone celular pode detectar terremotos

Foi apenas você ou o chão tremeu realmente? Seu iPhone, iPad e a maioria dos celulares mais recentes podem funcionar como sismógrafos básicos, o mesmo instrumento que é usado para medir a magnitude de terremotos e vulcões. Você não precisa instalar nenhum aplicativo, apenas o navegador web embutido seria suficiente.

OK, tente isso. Inicie o Google Chrome ou o navegador Safari no seu telemóvel (ou tablet) e, em seguida, abra esta página. Você deverá ver uma forma de onda que se move continuamente, mas se você apertar um pouco ou incline seu dispositivo móvel, simulando a atividade sísmica, o gráfico irá capturar esses movimentos em tempo real bem como um sismógrafo.

A intensidade sísmica irá variar dependendo de quão vigorosamente (ou lentamente) que você está agitando o telefone (veja a imagem seguinte) e também irá mudar de acordo com a orientação do dispositivo. E você vai se surpreender ao saber que este sismógrafo básico é escrito usando JavaScript simples.

A maioria dos dispositivos móveis mais recentes têm acelerômetros e giroscópios e quando você move o hardware físico, as mudanças na orientação do dispositivo e aceleração são detectados pelo navegador que são então mapeado para o sismógrafo.

Os dados de orientação e de movimento são, por sua vez capturado pelos HTML5DeviceOrientation e DeviceMotion do browser. Isso funciona principalmente em dispositivos móveis, se você estiver usando o Google Chrome no desktop.




segunda-feira, 26 de outubro de 2015

Forte terremoto atinge Afeganistão, Índia e Paquistão

A forte terremoto de magnitude 7,5 atingiu o norte do Afeganistão, de acordo com o serviço geológico dos EUA, com fortes tremores sentida no Paquistão e na Índia.

O terremoto foi centrado 30 milhas a sudoeste da cidade de Jarm no Afeganistão, o USGS disse.

Pelo menos 12 estudantes de uma escola para meninas na província de Takhar do Afeganistão foram mortos, enquanto autoridades disseram que 29 pessoas foram confirmadas mortas no Paquistão. O número pode subir, com relatórios locais citando um número de mortes superior.

Fortes tremores foram sentidos em Cabul, Nova Delhi e Islamabad. A magnitude foi inicialmente relatado como 7.7, mas mais tarde foi rebaixado pela USGS.

Terremoto atinge o Afeganistão - Globo.com‎

A TV estatal  paquistanesa diz que pelo menos uma pessoa morreu quando o teto de uma casa desabou por causa de um forte terremoto no Afeganistão, que podia ser sentida em toda a região.

Vineet Gahlot, o diretor de sismologia do Departamento Meteorológico Indiano, disse que o terremoto teve uma magnitude de 7,7 e um epicentro profunda na região do Hindu Kush do Afeganistão.

A extensão total dos danos e do número de possíveis vítimas ainda não era conhecidas.




segunda-feira, 10 de agosto de 2015

Nepal está em risco de passar por um outro grande terremoto

Quando um terremoto atingiu o Nepal em 25 de abril, conhecido como o terremoto de Gorkha, aldeias inteiras foram destruídas.

Também, grandes edifícios foram derrubados na capital Kathmandu, e mais de 9.000 pessoas perderam suas vidas. O geólogo Jean-Philippe Avouac vem estudando a região há mais de duas décadas, olhando como montanhas são formadas e terremotos acionado. Quando ele soube que um terremoto de magnitude 7,8 atingiu o país, ele esperava que o número de mortos estivesse na casa das centenas de milhares.
"No começo, quando eu vi a notícia no aeroporto de Catmandu, eu pensei que havia um problema de comunicação, que não estavam ouvindo toda a extensão do dano",explicou Avouac. "Como se vê, houve poucos danos às habitações regulares, e, felizmente, como resultado, havia muito menos mortes do que eu inicialmente previ." 
"O terremoto Gorkha não fez o trabalho de transferência de deformação em todo o caminho até a frente do Himalaia", disse Avouac. 
"Assim, o Himalaia certamente poderia gerar terremotos maiores no futuro, mas ainda não temos como dizer quando." 
O último grande terremoto que abaou a região ocorreu em 1505, e assim as tensões foram se acumulando durante séculos.

Em um segundo estudo publicado na Science Express, uma equipe separada da Caltech também analisou por que poucos prédios foram destruídos em Kathmandu. Eles descobriram que para tal terremoto de grande magnitude, a alta-frequência de agitação - que normalmente é a principal causa para os edifícios de baixo nível entrar em colapso - foi realmente muito leve na capital. As ondas de alta freqüência do terremoto se manifestou em uma borda mais profunda da ruptura, longe de Katmandu.